PUBLICIDADE
Jornal

W.Gabriel: Marketing digital certo para micro e pequenas empresas

Todo investimento em micro e pequenas empresas deve ser muito bem calculado, sobretudo no marketing

19/10/2017 01:30:00
A internet há tempos não é mais apenas opção, mas sim obrigação, independente do mercado, direta ou indiretamente. Se falarmos de marketing, vendas e relacionamento com clientes, os meios online tornam-se fôlego para sobrevivência dos negócios. Porém, se mal utilizada, será ralo de tempo e dinheiro.

 

Todo investimento em micro e pequenas empresas deve ser muito bem calculado, sobretudo no marketing. Percebe-se que panfletos, cartazes, anúncios em jornais de bairro, faixas, pintura de paredes, carros de som, dentre outras mídias, são as mais utilizadas por quem ainda tem pouco recurso. Por isso, incluir Facebook, Instagram, e-mail, Whatsapp e Google torna-se imprescindível. Contudo, apenas ter um perfil nesses ambientes não garante nada. A máquina atual da internet gira em torno de conteúdo e contato constante com o público, para dar retorno.


Micro e pequenas empresas, primeiramente, precisam ser encontrados no Google. Muitas reclamam de não terem clientes, mas poucas são achadas quando pesquisamos. O próprio Google oferece serviços gratuitos para facilitar isso, como o “My Business”. O ideal é ter um site, para inserir vários conteúdos, como textos, fotos, vídeos e códigos de rastreamento online de clientes. Mesmo que seja um site nada sofisticado, ou mesmo gratuito, feito nas plataformas Wordpress.com ou Blogspot, tê-lo significa ganho de relevância, segundo a mecânica online.


Facebook, Instagram e até Linkedin são excelentes para ampliar a difusão de marcas e produtos essenciais para manter relacionamento com prospects. Mas se possui-los sem movimentação, sem novos conteúdos nem diálogo com interessados, simplesmente ficarão invisíveis na rede. É assim que hoje a roda gira.


Depois do site no ar, o cadastro nas plataformas Google completo, redes sociais em movimento com conteúdos e relacionamento, é hora de acumular e-mails e números de Whatsapp. Esta será a virada comercial para conseguir vender todos os dias, com baixo custo de divulgação. Enviar periodicamente novos conteúdos e ofertas por esses meios, desde que o cliente permita receber, faz a marca sempre ser lembrada, principalmente na hora da compra.


A máquina da internet é, de fato, fantástica para os negócios. Mas usá-la de forma espalhafatosa, sem o mínimo de conhecimento e concentração, é o prenúncio do fracasso. Ou você aprende um caminho seguro para subir essa montanha digital, com auxílio dos guias certos, ou a primeira avalanche lhe engolirá facilmente.

 

W. Gabriel

wgabriel@wgabriel.net

Mestre em marketing, professor e consultor de marketing em mídias digitais. Palestrará no Empreender 2017

 

Adriano Nogueira

TAGS