PUBLICIDADE
Jornal

Gerardo Carvalho: "Trânsito: uma questão de saúde pública"

10/10/2017 01:30:00
Continua a triste realidade no trânsito. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), todos os anos aproximadamente 1,3 milhão de pessoas morrem vítimas do trânsito. Dos sobreviventes, cerca de 50 milhões vivem com sequelas. O levantamento foi feito no ano de 2014 em 178 países. O trânsito é a nona maior causa de mortes do planeta. O Brasil, em termos absolutos, é o 4º país do mundo em número de mortes no trânsito, ficando atrás somente da China, da Índia e da Nigéria. São mais de 42.000 mortes por ano.

 

Os acidentes de trânsito são o primeiro responsável por mortes na faixa de 15 a 29 anos de idade; o segundo, na faixa de 5 a 14 anos. O que representa um custo de US$ 518 bilhões por ano (1% e 3% do PIB) de cada país.


Se continuar assim, a OMS estima que 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito em 2020 (passando para a quinta maior causa de mortalidade) e 2,4 milhões em 2030.


Diante disso, o que os governos vêm fazendo para evitar esse massacre? Durante os meus 36 anos de professor, 30 dos quais como educador de trânsito, não vejo educação para o trânsito nas escolas fundamentais e médio ser tema relevante. Durante a Semana Nacional do Trânsito, quantas escolas estudam o tema com seus alunos? Os professores são formados? Apenas campanhas não surtem efeito. Precisa chegar aos livros didáticos e paradidáticos. Constatei apenas nos livros de 2º e 3º anos (ensino fundamental I de uma escola pública) o estudo de algumas noções. Urge preparar, da criança ao adulto, para a cidadania, incluindo o trânsito já que a família não o faz. Os pais são os primeiros a serem maus exemplos no trânsito.

Como darem se não receberam educação?


As autoridades acham melhor gastarem com lombadas, faixas elevadas, fotossensores. Um trânsito educado não precisa de “mata-burros”. Ou se preparam as futuras gerações para viverem no trânsito ou mais gente morrerá como se caíssem uns 165 aviões por ano no Brasil.

 

Gerardo Carvalho (Professor Pardal)

pardal58dopiaui@gmail.com

Professor; educador de Trânsito

 

Adriano Nogueira

TAGS
NULL