PUBLICIDADE
Jornal

O POVO é história de 19/09/2017

19/09/2017 01:30:00
HÁ 30 ANOS

1987. BRASIL


Golbery morre de câncer, aos 76. Figueiredo chora

Morreu ontem, aos 76 anos, o ex-ministro Golbery do Couto e Silva, que estava internado desde o último dia 4 no Hospital Sírio e Libanês, em São Paulo, tratando-se de um câncer no pulmão. O ex-presidente João Figueiredo chorou ao receber a notícia.


O general Ernesto Geisel disse que estava muito triste e emocionado com o falecimento do seu colaborador no tempo do governo.


1987. POLÍTICA


Maria negocia sua permanência no PT

A prefeita Maria Luíza viajou para Brasília, levando na bagagem uma dúvida: permanecer ou deixar o Partido dos Trabalhadores. E esta dúvida será dissipada no Encontro Nacional da agremiação, que acontecerá neste final de semana na Capital Federal, e do qual ela será participante.

 

HÁ 40 ANOS


1977. POLÍTICA


Brizola recebe prazo para deixar o Uruguai

O Governo brasileiro já tinha conhecimento, há alguns dias, de que o ex-governador Leonel Brizola, do Rio Grande do Sul, receberá um prazo para deixar o território do Uruguai, onde se encontrava asilado desde 1964.

 

1977. BRASIL


Marco Maciel não vê necessidade de nova Constituição

Afirmando que não vê necessidade de se preparar uma nova Constituição, o deputado Marco Maciel, Presidente da Câmara Federal, lembrou que vem insistindo na tese de que o aperfeiçoamento democrático não se obtem apenas com a edição de novos códigos políticos ou com a alteração da legislação eleitoral e partidária.

 

HÁ 50 ANOS


1967. CEARÁ


Jazida de urânio na Serra da Ibiapaba

Ao depor perante a Comissão de Segurança Nacional da Câmara, o presidente da Comissão Nacional de Energia Nuclear, General Uriel da Costa Ribeiro, disse que as maiores esperanças de se encontrar uma grande jazida de urânio estão, no momento, na Serra de Ibiapaba, entre o Ceará e o Piauí.

 

1967. MINAS GERAIS


“Ressuscitou” a caminho da cova...

Dada como morta após horas em estado de coma, a Sra. Estefânia Penido foi levada ao cemitério de Governador Valadares, com grande acompanhamento de familiares e amigos. Em plena viagem, Dona Estefânia recuperou a consciência e, ao dar-se conta da situação, dava pancadas no caixão e gritava: “Tirem-me daqui, estão malucos!”

Adriano Nogueira

TAGS
NULL