PUBLICIDADE
Jornal

Carmen Lucia Dummar: "Radiodifusão em debate"

A grande influência que o rádio exerce nos EUA, coexistindo com tecnologias mais avançadas, sugere que será a evolução no Brasil

02/09/2017 01:30:00
O Congresso de Radiodifusão Fala Norte Nordeste vai além das questões do rádio e televisão, o que é natural, visto que nossa matéria-prima é o debate, a informação, o entretenimento, a cultura. Assim, com renomados especialistas, além das especificidades da profissão, debateremos o cenário econômico; práticas de gestão de negócios; o fenômeno da pós-verdade e seu efeito sobre eleições e democracia com a explosão de notícias falsas na web; o uso de mídias sociais e novas tecnologias como forma de alavancar negócios ou área de influência.

O encontro com profissionais destacados e premiados em suas respectivas áreas da comunicação, por outro lado, revelará detalhes enriquecedores de como são feitos os melhores jingles do Brasil, a redação publicitária de spots premiados, jornalismo de rádio e TV, prospecção do mercado, planejamento de mídia, e as principais tendências da publicidade e propaganda mundial com a apresentação do que aconteceu no maior festival de publicidade do mundo, em Cannes. Uma proposta para a habilitação do rádio FM no celular também está prevista: conteúdo gratuito e baixo consumo de bateria, por não necessitar de internet, são garantias para a comunicação.


O mercado do rádio americano em paralelo com o brasileiro também será objeto de análise. A grande influência que o rádio continua exercendo nos EUA, coexistindo com tecnologias mais e mais avançadas, sugere que esta será a evolução natural no Brasil. Lá, o rádio alcança 93% da população com mais de 18 anos; o segundo maior faturamento anual, da Kiis FM 102,7, é estimado em US$ 65,9 milhões (Nielsen/Statista). O cenário é, portanto, animador.


Além do debate, importantes eventos estão programados, como a assinatura dos contratos de migração do AM para o FM com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, e dos Convênios de financiamento do Banco do Nordeste com associações de radiodifusão; a Feira de Negócios, com expositores da indústria brasileira de produtos e serviços para a comunicação; o Prêmio Aboio, que reconhece a qualidade da criação das agências de publicidade e anunciantes do mercado. Podemos afirmar que está garantida a realização de um grande encontro em Fortaleza. Bom proveito!


Carmen Lucia Dummar

carmenlucia@tempofm.com.br

Presidente da Associação Cearense das Emissoras de Rádio e Televisão (Acert)

 

Adriano Nogueira

TAGS