PUBLICIDADE
Jornal

O POVO é história de 17/08/2017

17/08/2017 01:30:00
HÁ 30 ANOS

1987. SHOW


Simone em Fortaleza

A cantora Simone chegou ontem a Fortaleza para fazer uma apresentação única do show “Amor e Paixão”, que está em cartaz há um ano e meio no sul do País. O espetáculo será apresentado ao público cearense, às 21 horas de amanhã, no Ginásio Paulo Sarasate.

 

1987. FORTALEZA


Projeto pronto muda visual da Praça do Ferreira

A praça do Ferreira, considerada um dos principais cartões de visita desta Capital, poderá ganhar um novo visual. Dentre as modificações que ocorrerão no local, ainda sem data prevista para iniciar, a Galeria Antônio Bandeira sofrerá reformas consideráveis. A informação é do arquiteto Tarcísio Prata, autor do projeto.

 

HÁ 40 ANOS


1977. MÚSICA


Elvis Presley: morre o ídolo dos anos 50

Elvis Presley, o grande ídolo da juventude dos anos 50, está morto. Faleceu ontem à tarde, num hospital de Memphis, no Tennessee (EUA). Tinha 42 anos de idade e ainda gozava de enorme popularidade entre jovens e velhos. Vinha sofrendo constantes problemas de saúde e tinha sido, inclusive, várias vezes hospitalizado.

 

1977. NATALIDADE


Cardeal Lorscheider hoje na Assembléia

O Cardeal Arcebispo de Fortaleza, Dom Aloisio Lorscheider, comparecerá às 20 horas de hoje, a Assembléia Legislativa, para proferir palestra sobre a encíclica “Humanae Vitae”, de autoria do Papa Paulo VI publicada em 1968. Dom Aloisio vai explicar aos parlamentares a parte de que trata o controle de natalidade.

 

HÁ 50 ANOS


1967. IGREJA


Bispo de Limoeiro passa bem

O último boletim divulgado na manhã de hoje pelos médicos que assistem o Bispo de Limoeiro do Norte, Dom Aureliano Matos, considera muito bom o seu estado de saúde. Dom Aureliano Matos, como se recorda, foi vitimado por um enfarto e a êle vem reagindo.

 

1967. CHINA


Desafio a Mao Tse Tung

A crescente cisão no exército chinês poderá levar o país à guerra civil, como fruto dos choques entre guardas vermelhos, tropas governamentais e forças anti-maoístas. A rebelião no exército é incontrolável e tomou novo alento, depois da mensagem enviada a Mao Tse Tung pelo comandante militar da cidade industrial de Wuhan.

Adriano Nogueira

TAGS