PUBLICIDADE
Jornal

Escassez deixa bancos com poucas cédulas

02/09/2017 01:30:00


A escassez de dinheiro vivo na Venezuela há meses deixou os bancos do país com poucas cédulas para os clientes e, inclusive, interrompeu totalmente o fluxo em algumas agências que já não contam com notas de nenhum valor.

 

A informação é da Agência EFE, que constatou que em duas agências do estatal Banco da Venezuela situadas no Leste de Caracas foi interrompido o saque de dinheiro por cidadãos devido à falta de cédulas, segundo disseram funcionários destas entidades sem oferecer mais detalhes.

 

Além disso, trabalhadores de outros seis bancos dos setores público e privado afirmaram que suas empresas estão limitando a retirada de dinheiro devido à escassez de papel-moeda.

 

Um escritório do grupo privado Banesco, por exemplo, libera ao dia um máximo de 20 mil bolívares por cliente (cerca de US$ 6, segundo a taxa referencial oficial), enquanto o estatal Banco do Tesouro disponibiliza um máximo de 50 mil bolívares (US$ 16) a cada cidadão que tenha uma conta de pessoa natural.

 

A Superintendência das Instituições do Setor Bancário (Sudeban) ordenou aos bancos "dispor e manter cédulas de alta denominação" para o pagamento a idosos, pessoas com incapacidade e aposentados.

 

TAGS