PUBLICIDADE
Jornal

Trump avalia mudanças na comunicação

13/05/2017 01:30:00
NULL
NULL
[FOTO1]

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, estuda fazer mudanças em sua equipe de comunicação, que ele culpa por fracassar na tentativa de conter a controvérsia sobre o fato de ter demitido o diretor do FBI, James Comey. A informação sobre as possíveis alterações foi confirmada por vários membros do governo.


Trump não descarta substituir o porta-voz Sean Spicer, que retornou ontem a uma entrevista coletiva após dois dias fora para cumprir obrigações com a Marinha. Mas o descontentamento do presidente vai além de uma pessoa e Trump considera uma reorganização mais ampla de sua equipe de comunicação e em sua estratégia, afirmou uma fonte da Casa Branca.


Spicer não respondeu a um pedido de declaração sobre o tema. Na noite de quarta-feira, quando surgiu a controvérsia pela demissão de Comey, diante de uma série de versões conflitantes da Casa Branca, um graduado membro da equipe de comunicação se comunicava com pessoas de uma rede de TVs a cabo que apoiam o presidente para sondar o interesse deles em se unir à equipe.


Em uma entrevista gravada que vai ao ar hoje, Trump disse que considera acabar com a centenária prática das entrevistas coletivas diárias do porta-voz, preferindo o próprio presidente falar a cada duas semanas, segundo trecho divulgado pela Fox News.


Na entrevista, o presidente qualificou Spicer como “um ser humano maravilhoso”, mas não quis responder se o porta-voz deve permanecer no posto.


A eventual mudança ocorre após a Casa Branca enfrentar uma de suas piores semanas na curta presidência de Trump.

Adriano Nogueira

TAGS