PUBLICIDADE
Jornal

Coreia do Norte diz ter prendido americano

09/05/2017 01:30:00

A imprensa estatal norte-coreana informou no último domingo, 7, que o país deteve um cidadão dos Estados Unidos ligado a uma universidade cristã no país asiático. Kim Hak-song, que teria sido preso por cometer "atos hostis", é o quarto caso conhecido de detenções de cidadãos americanos no país.


De acordo com a agência de notícias oficial da Coreia do Norte, a KCNA, Kim trabalha para a Universidade de Ciência e Tecnologia de Pyongyang, uma instituição fundada em 2010 por James Kim, um empresário cristão de origem coreana e cidadão dos Estados Unidos.


Duas semanas antes, a Coreia do Norte anunciou a detenção de Tony Kim, também americano e professor de Contabilidade na mesma Universidade. Ele estava no aeroporto e se preparava para uma viagem para fora do país.


Além dos dois nomes ligados à Universidade de Ciência e Tecnologia de Pyongyang, a Coreia do Norte anunciou no ano passado a condenação de dois cidadãos americanos.


Otto Warmbier, um estudante da Universidade de Virginia acusado de tentar roubar um cartaz político de um hotel, foi condenado a 15 anos de trabalhos
forçados.

Adriano Nogueira

TAGS