PUBLICIDADE
Jornal

MUITO MAIS JORNAL

| NOVO POSICIONAMENTO O POVO | "A gente honra o passado, respeita o presente e projeta o futuro", afirma diretor de marketing do O POVO, Cliff Villar

25/01/2019 06:34:32
CAMPANHA com o novo posicionamento do O POVO
CAMPANHA com o novo posicionamento do O POVO

Na era da tecnologia e sob a ameaça da desinformação crescente, os jornais assumem cada vez mais o papel de curadoria e checadores de fatos. Diante desse novo momento do mercado editorial, o Grupo de Comunicação O POVO lança a campanha "Muito mais jornal".

O posicionamento da marca vem para ressaltar o papel que a empresa tem exercido na sociedade ao longo dos últimos 91 anos, sempre em busca de se renovar e oferecer um diferencial para os leitores, ouvintes e usuários da internet.

"É uma campanha de posicionamento em que a gente assume uma bandeira que é nossa há tanto tempo, que é a do Jornalismo. É a reafirmação dos nossos princípios. É importante termos mais conteúdo, credibilidade, pluralidade, respeito ao leitor. É reafirmarmos nosso processo de defesa de uma imprensa livre, transparente e com credibilidade. A gente honra o passado, respeita o presente e projeta o futuro. O mais importante é reafirmar nosso papel de veículo de comunicação", afirma o diretor de marketing do
O POVO, Cliff Villar.

Atualmente, O POVO circula todos os dias no Ceará. A publicação é uma das mais antigas e uma das mais tradicionais do Nordeste. Além de ter passado por reformulação recentemente, o Grupo de Comunicação também expandiu, com abertura de filial da rádio O POVO CBN no Cariri, exemplos que demonstram, na prática, o conceito "Mais" da ação de marketing.

"A campanha traz muito tudo o que a gente oferece com qualidade e quantidade para nossos leitores, usuários, ouvintes e telespectadores: conteúdo, cultura, esporte, economia, emprego, comportamento. Também os atributos que temos com Fortaleza, Ceará e o Brasil: mais respeito, mais amizade, mais amor, mais democracia, mais tolerante. É um conceito orgânico. Não traduz somente a quantidade, mas a qualidade", afirma Cliff.

ISABEL FILGUEIRAS CORRESPONDENTE O POVO EM SÃO PAULO

TAGS