PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Vida de professor

02/07/2019 01:56:28

Foram 40 anos em sala de aula. Em casa ouvi tantas vezes ele dizer: Eu não sei fazer outra coisa, eu só sei "dar" aula. Era seguro, alegre e convicto do que dizia. Parecia um mantra.

- Eu só sei "dar" aula!

Mas não era só aula que ele dava, ele dava de si mesmo. O oficio de ser professor sempre foi para ele a força movedora de sua energia de viver.

Tudo era intenso na vida desse professor, eu vi!

Seu primeiro dia de aula como professor foi por um acaso, ou por força das circunstâncias, mas seus últimos dias estão sendo planejados como quem planeja o final de um romance feliz.

Sim, mais um pouco ele será um professor aposentado, se ausenta da sala de aula e se faz presente na história de vida de seus alunos.

Por ele já passaram: o quadro negro, o quadro verde, o caixão de giz, o quadro branco, o pincel atômico, o retroprojetor transparências, apostilhas, TDS, slides, PowerPoint, tabletes, celulares, e suas últimas aulas são ricas de tecnologias.

O que me leva a escrever sobre esse tempo de despedida da sala de aula desse professor é o brilho no olho e o desvelo com que ele prepara suas últimas aulas.

Se foram 40 anos em sala de aula foram também 40 anos de estudo, estudou Biologia sua disciplina de origem, fez graduação em Pedagogia para afirmar lugar em sala de aula, especializou-se cada fez mais em educação nessa área fez: mestrado, doutorado e vai despedir-se da sala de aula como Professor Titular.

Agora perto da sua aposentadoria a cada encontro com alunos e alunas que já passaram por ele o mantra é outro: Esse foi meu aluno! Essa foi minha aluna!

(Homenagem ao professor João Eudes.E a todos os professores que nasceram para compartilhar conhecimentos)

Galeara Matos

TAGS