PUBLICIDADE
Jornal

Vereda

14/06/2017 01:30:00
Iara Mesquita

iara22maria@yahoo.com.br


Andava por um caminho

De vereda tortuosa

Encontrei muito espinho

Nenhum sinal de rosa

Era noite tão comprida

Nunca o dia raiava

E no escuro ferida

Eu por alento buscava

Atravessei a noite densa

Na penumbra a luz se fez

Senti a tua presença

Namorei a lucidez

Adriano Nogueira

TAGS