PUBLICIDADE
Jornal

Uma rosa para cada criança

07/06/2017 01:30:00
NULL
NULL
[FOTO1]

Saraiva Júnior,

saraivajunior.junior@gmail.com

 

A praça é lugar onde se depara com amigos, vizinhos, conhecidos e desconhecidos do bairro. Pode-se marcar um encontro ou o encontro pode nos chegar de surpresa. No meu tempo de jovem, era lá onde muita vezes paquerávamos e namorávamos. Hoje, às vezes é raro avistar um casal de namorados na praça. Na minha época, havia até bancos cativos, imagine! Hoje não há guarda municipal nem pipoqueiro nem coreto ou rosas no jardim.


Em minha cidade de Senador Pompeu, os sucessivos prefeitos foram abandonando as praças. Essas carecem de cuidado e reformas. Parecem mais terrenos baldios, depenados pela solidão e a ação do tempo - com exceção da praça da matriz, que circunda a principal igreja do município e conta com esforços da própria paróquia. Para as autoridades, esquecer as praças é um modo de indiferença à população. Temos que ocupar os espaços públicos, quer o prefeito ajude ou não.


É urgente que a Prefeitura de Senador Pompeu tome iniciativa de reformar e manter as praças. Faz-se necessária uma ampla campanha junto à população em prol de cuidar desses lugares.


Vale contratar um arquiteto e um paisagista para realizarem, em conversa com a comunidade, um trabalho de beleza e importância.


Não é exagero dizer que a maioria das ruas de Senador Pompeu tem poucas e mal cuidadas árvores. A antiga linha do trem, hoje um corredor onde as pessoas fazem caminhada, quase não apresenta árvores. Há, sim, como fazer da cidade um jardim. Até digo que, se fosse prefeito, plantaria rosas em cada jardim de praça, uma para cada criança. Por certo, floresceria um futuro de paz, cuidado, respeito e amor em Senador Pompeu.

Adriano Nogueira

TAGS