VERSÃO IMPRESSA

Observando a tempestade

01:30 | 05/04/2017

[FOTO1]

Gabriel Ataide

gabrielkzty@gmail.com


São sombras que passam

pela clareira do céu.

As nuvens se embaçam

rodeadas de raios sem véu.

A chuva deságua e esfria

o ar que move minha vida.

No ponto exalta da criação

vejo e sinto o meu coração

anunciando as coisas mais

belas e profundas que Deus

quis criar para toda a vida.

Se é essa a claridade que

soa e move a chuva. Bem seja.

Estou aqui. Me chame de poeta!

ADRIANO NOGUEIRA

TAGS