PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Ser lúdico

23/04/2019 15:55:43

Em nossa sociedade escutamos diariamente a expressão "seja lúdico", principalmente por aqueles que atuam no campo educacional com professores. Apesar de tal associação, ainda algumas pessoas mencionam o lúdico ao ato de aprender de uma criança em seu percurso escolar. Em uma das palestras que realizei recentemente com a participação de professores, educadores e pais, ouvi deles que lúdico é brincar com a criança. Assim questiono: será que o lúdico exclusivamente marca a infância? Afinal, você, meu colega: o que é lúdico?

No entanto, o lúdico é a essência de qualquer ser humano, sendo este criança, jovem, adulto e até mesmo um idoso. Desse modo, chega-se à conclusão que todos os seres humanos, não importa a sua faixa etária, características físicas, o lugar em que mora, habilidades e competências desenvolvidas, todos são considerados "lúdicos", seres brincantes. Esta é a nossa marca que nos diferencia dos outros animais, pois brincamos, imaginamos, simbolizamos, raciocinamos, criamos outros mundos, viajamos em nossos pensamentos.

Quando bebê brincamos no útero materno.Mais à frente saímos do útero materno e começamos a conhecer e explorar o mundo brincando com as mãos. O olhar daquele que cuida (mãe, pais, avós, irmãos...) nos evolvem com o afeto e aos poucos os movimentos de nossos bracinhos, o movimento de sucção para se alimentar é também uma das maneiras de brincar.Viu como somos lúdicos desde criança?!

Na fase adulta, o lúdico se faz presente. Se nos deparamos em um engarrafamento, procuramos fazer algo para que esse tempo passe o mais rápido possível, se não ficamos entediados.Desse modo, procuramos na maioria da vezes fazer algo que passe o tempo. Isto é lúdico! Até porque ser lúdico é criar estratégias, buscar novas alternativas, lançar desafios.Ser lúdico é interagir de tal modo que não se perceba o tempo passar.

Acredite, o lúdico pode ser estudado pela perspectiva da sociologia, antropologia, filosofia, psicologia, psicanálise e entre outras áreas. Que potência! "Seja lúdico" dialoga com a frase de William Shakespeare "Ser ou não ser, eis a questão". Logo, todos somos - se há envolvimento, interação, vínculo entre sujeitos o lúdico passa existir. Este mês comemora-se a conscientização do autismo, entretanto ser lúdico é propiciar espaços de inclusão em nossa sociedade, cujos sujeitos possam se expressar livremente em qualquer ambiente e ser acolhidos. Aqui pergunto e assim finalizo este texto: você é lúdico?

 

Jonathan Aguiar

TAGS