PUBLICIDADE
Jornal

Donas do próprio espaço

29/07/2017 01:30:00

A funcionária pública Daisy Barroso Cordeiro, 59, mora sozinha há três anos em um condomínio de casas e diz que foi uma das melhores escolhas que fez. “Morar em casa de condomínio tem vantagens. É uma escolha que te ensina a ser dona de sua própria economia com mais eficácia, já que controlo as minhas despesas de comida, limpeza de casa e ainda aproveito como quero”, diz.


Além da economia, Daisy pontua que a casa permite que o morador possa fazer o que quiser, sem incomodar vizinhos que moram há poucos centímetros de distância. A casa de condomínio, apesar de ter um valor próximo de um apartamento, garante que o proprietário faça mudanças e reformas sem maiores limitações. “Posso me presentear com elementos que apartamentos, infelizmente, não permitem, como um jardim, apesar de ser uma despesa a mais. Não é tão econômico como um apartamento, que evita alguns gastos, mas é uma grande satisfação”.


Já a cabeleireira Cibelly Mendonça, 39, morou em casa durante muitos anos e agora vive em apartamento. “Morar em apartamento tem as suas vantagens, mas morar em uma casa é muito melhor, já que eu garantia a liberdade de fazer as minhas atividades sem incomodar ninguém”, diz.


Por outro lado, viver em apartamento é mais seguro, além de ser mais fácil de manter organizado. Para Cibelly, o ideal seria viver em condomínio de casa, uma vez que proporciona as vantagens de ambas as opções: segurança e liberdade.

Adriano Nogueira

TAGS