PUBLICIDADE
Jornal

Monteplan aposta em feirão

20/05/2017 01:30:00
NULL
NULL

[FOTO1]

Alessandra Vital, diretora comercial da Monteplan Engenharia, diz que a empresa mantém os laços familiares aplicados por Geraldo Aragão e sua esposa, Lucia Helena Mota, em 1982 no lançamento da empresa. Com os ensinamentos e lições diárias, ela conta que a empresa segue conversando diretamente com os clientes e adotando preços que correspondem à demanda. Nesta entrevista, Alessandra fala sobre o fortalecimento e consolidação da marca, que ela atribui a preços justos e qualidade nos empreendimento. A expansão do mercado, além da diversidade e das condições, diz Alessandra, garantiu resultados importantes e o lançamento do novo feirão que acontece nos próximos dias.

 

O POVO – A Monteplan completa 35 anos. Como se deu a trajetória da empresa?

Alessandra Vital - A Monteplan faz 35 anos de atividades em 2017. Começamos em São Luís, no Maranhão, antes de transferirmos a matriz para Fortaleza, Ceará. E com o crescimento gradativo, nós abrimos novas filiais em outras praças, como em Recife, Natal e Teresina, além das primeiras em Fortaleza e São Luís, é claro. Nós ainda desenvolvemos outras obras que revitalizaram o nosso mercado, como reformas, condomínios, hotéis e outros empreendimentos.

 

OP – Como a construtora lidou com a crise?

Alessandra - A crise só nos alcançou em 2016. Mas, obviamente, trabalhamos com produtos muito bons e condições competitivas, que permitiu que o nosso empreendimento ressurgisse com bons preços, o que impediu o produto de entrar em uma crise, apesar das vendas diminuírem. O cliente ficou preocupado, pensando se no futuro ele ficará empregado. No entanto, 2017 está diferente e positivo. O cliente está mais fascinado com as oportunidades e preços favoráveis.

 

OP – As vendas da Monteplan estão crescendo?

Alessandra - Sim, estamos com um número de apartamentos que representa bem essa mudança. O cliente sente muito mais a queda dos juros e isso cabe no bolso dele, além de trazer mais garantias.

 

OP - Quais são os números da Monteplan?

Alessandra – A Monteplan possui 50 empreendimentos já entregues, com Fortaleza sendo a praça em que possui maior número. Estamos com 670 empregos diretos e 1800 pessoas de empregos indiretos com as obras.

 

OP - Como a Monteplan atua em cinco praças?

Alessandra - O Geraldo se preocupa muito com todos os setores. Então, com o passar dos anos, aperfeiçoamos a área comercial, recursos humanos, engenheiros e todos os outros departamentos, que continuam firmes e unidos. Estamos sempre de portas abertas, recebendo e acompanhando cada dúvida sobre a obra. Fazemos isso há 35 anos. Nos preocupamos com a qualidade e sem deixar nada para amanhã.

 

OP - Essa administração ajuda a manter a mesma qualidade?

Alessandra - Com certeza. A nossa tabela de preços, por exemplo, traz valores justos para os imóveis. Virou um hábito das construtoras aplicar preços caros que, com o passar do tempo, diminuem de valores para adotar um método de promoção. E nós conseguimos alavancar os nossos produtos com os preços adequados. Não começamos caros para emagrecer depois.

 

OP – Em que outros segmentos vocês atuam?

Alessandra - Temos dois hotéis, um em Fortaleza e o outro em Natal. O terceiro está sendo construído em Recife, com foco em corporações para atender o publico empresarial.

 

OP - Como funciona o controle de qualidade?

Alessandra - Temos um departamento com auditoria interna e externa, com o intuito de atender questões de cuidados que precisam estar nas empresas, o que nos traz segurança, já que o cliente confia no projeto de criação, incluindo o pós-obra.

 

OP - Como a construtora trabalha pós-venda?

Alessandra - O cliente vai receber apoio para avaliar toda a obra, com dados sobre a hidráulica, elétrica, material de construção e outros casos. O cliente ainda possui acesso ao extrato e demonstrativo, o que faz a empresa trabalhar com mais eficácia, já que tem apoio antes, durante e depois da construção sem desconfiança alguma.

 

OP – O que é o Salão Imobiliário Monteplan?

Alessandra - É um evento que acontece no Shopping Iguatemi, do dia 19 de maio (ontem) até 4 de junho. A feira acontece na praça da entrada, próximo da loja Centauro, com um bom espaço para informar, atender, tirar dúvidas e apresentar os empreendimentos para os clientes. O evento acontece durante o horário de funcionamento do shopping, o que garante conforto e amenidade para todos.

OP – Quais serão os produtos no evento?

Alessandra – As últimas unidades do Piazza Coliseu, que fica na Antônio Augusto, 54, perto da Praia de Iracema, são alguns dos destaques, já que o projeto é extremamente arrojado. O empreendimento possui apartamentos especiais, com três quartos, uma suíte, 75 m², com clube, piscina, sauna, salão de festas, salão fitness no condomínio e próximo de uma localização de lazer com segurança, beleza e vida de tranquilidade. O segundo é o Belas Artes, um empreendimento de muito sucesso, que traz uma vida muito tranquila. O empreendimento se encontra na João Cordeiro, Aldeota, com duas torres, e localização privilegiada. Fica pronto em dezembro de 2017. Já o terceiro empreendimento é o Villa Passaredo, no Guararapes, perto do acesso da via da Washington Soares. O apartamento oferece exclusividade, com uma torre de 12 andares, 36 apartamentos, com três quatros, 60m² quadrados e financiamentos especiais.

 

OP – O cliente vai encontrar algum desconto?

Alessandra - Com certeza. Estamos preparados para fechar todos os negócios. O cliente pode sugerir, conversar e trabalhar para encaixar no seu bolso. Podemos nos acertar com este acesso. Além disto, a construtora pagará o registro, escritura e toda a documentação. Com isto, nós pensamos no cliente e no que ele pode. Se ele estiver pronto para morar, nós vamos ajudar no salão.

 

OP – Quais são as expectativas para o feirão?

Alessandra - Confiamos no público. Todos nós sabemos que esse é o momento do comprador. Ele pode tirar todas as dúvidas de documentação, empreendimento e todas as informações essenciais. Com isso, teremos sucesso.

 

OP – A Construtora tem algum segredo para o sucesso?

Alessandra - Temos bons produtos e boas condições de compras que se enquadram dentro do mercado. O preço é bom o suficiente para o empreendimento. E em cima de muito trabalho, competência e dedicação, nós entregamos um produto de qualidade e com preço coerente para todos.

Gabriel Amora

TAGS