PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Primeira condenação

10/07/2019 02:05:32
O rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Samarco, cujos donos são a Vale a anglo-australiana BHP, causou uma enxurrada de lama que inundou várias casas no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, na Região Central de Minas Gerais. Inicialmente, a mineradora havia afirmado que duas barragens haviam se rompido, de Fundão e Santarém. No dia 16 de novembro, a Samarco confirmou que apenas a barragem de Fundão se rompeu..Local: Distrito de Bento Rodrigues, Município de Mariana, Minas Gerais...
O rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Samarco, cujos donos são a Vale a anglo-australiana BHP, causou uma enxurrada de lama que inundou várias casas no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, na Região Central de Minas Gerais. Inicialmente, a mineradora havia afirmado que duas barragens haviam se rompido, de Fundão e Santarém. No dia 16 de novembro, a Samarco confirmou que apenas a barragem de Fundão se rompeu..Local: Distrito de Bento Rodrigues, Município de Mariana, Minas Gerais... (Foto: Rogério Alves/TV Senado)

A Justiça de Minas Gerais condenou ontem a mineradora Vale ao pagamento de todos os danos causados pelo rompimento da barragem de rejeitos da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho. É a primeira condenação da empresa nos processos envolvendo a tragédia, ocorrida em janeiro de 2019. A decisão foi proferida pelo juiz Elton Pupo Nogueira, da 6ª Vara da Fazenda Pública de Belo Horizonte. (Agência Brasil)

 

TAGS