PUBLICIDADE
Jornal
delegacia no Conjunto Ceará

Suspeita de extorquir e favorecer facção, inspetora é afastada

15/03/2019 02:23:01

Lotada no 12º Distrito Policial, no Conjunto Ceará, uma inspetora de Polícia foi afastada das funções na tarde dessa quarta-feira, 13, após investigação do Grupo de Atuação de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público do Ceará. Ela é suspeita de práticas de extorsão. Na época dos primeiros pagamentos, em 2015, a policial era lotada na área do 32º DP, no bairro Bom Jardim.

Segundo a investigação do Gaeco, a inspetora exigia dinheiro de um líder local do PCC e seus traficantes subordinados para que não houvesse nenhum tipo de interferência dos policiais nas atividades da facção.

Os agentes sob o comando dela são investigados. De acordo com o coordenador do Gaeco, promotor de Justiça Rinaldo Janja, não há certeza se eles participavam do esquema. O MP acredita, no entanto, não descarta a participação de advogados.

"Com o dinheiro em mãos e na certeza da impunidade, a inspetora influenciava a sua equipe de policiais a permitir que os membros da organização criminosa trabalhassem desembaraçadamente, distante dos olhos da lei", explica Rinaldo.

O 12º DP também foi alvo de mandado de busca e apreensão. A investigação segue em sigilo. (Lucas Braga)

 

TAGS