PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Governo da Colômbia acusa guerrilha por ataque

2019-01-19 01:30:00

O GOVERNO colombiano atribuiu ontem a guerrilheiros do Exército de Libertação Nacional (ELN) o ataque com carro-bomba ocorrido na véspera que deixou pelo menos 21 mortos e 68 feridos em uma academia de polícia em Bogotá. "Um ato terrorista cometido pelo ELN matou essas vidas jovens", afirmou o ministro da Defesa Guillermo Boetero, referindo-se aos policiais entre 17 e 22 anos de idade da Escola de Oficiais.

 

As autoridades trabalham na identificação dos corpos e temem que o número de óbitos possa aumentar. O autor foi identificado pelo Ministério Público como José Aldemar Rojas Rodríguez, de nacionalidade colombiana, que morreu no ataque. 

 

(AFP)

 

TAGS