PUBLICIDADE
Jornal
mundo

EUA anuncia sanções à Venezuela pouco antes da posse de Maduro

Os Estados Unidos anunciaram ontem novas sanções contra a Venezuela visando pessoas acusadas de se beneficiarem de um esquema de intercâmbio de divisas derivadas do controle de câmbio, dias antes de o presidente Nicolás Maduro assumir seu segundo mandato, denunciado como ilegítimo. As sanções recaem sobre sete pessoas e 20 empresas acusadas de se beneficiarem desse esquema.

A Venezuela considerou as sanções ilegais e afirmou que "só quem pode impor sanções internacionais é o Conselho de Segurança (da ONU). Estamos falando de medidas arbitrárias porque não estão contempladas em nenhuma legislação internacional", disse a vice-presidente, Delcy Rodríguez. Poucos dias antes de Maduro iniciar um 2º mandato, após eleições não reconhecidas por vários países, o Tesouro anunciou mais sanções, além das disposições que já afetam altos funcionários do governo, incluindo o chefe de Estado, sua esposa e vários ministros e líderes de Chávez. (AFP)

TAGS