PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

MP-GO denuncia João de Deus por dois crimes

|violação sexual e estupro|

17/06/2019 01:59:47
?O médium João de Deus é réu em duas ações penais por abuso sexual
?O médium João de Deus é réu em duas ações penais por abuso sexual (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) enviou ao Tribunal de Justiça do estado (TJ-GO), ontem, 28, denúncia contra o médium goiano João Teixeira de Faria, o João de Deus. Segundo o tribunal a denúncia foi feita por violação sexual e estupro de vulnerável. O TJ-GO confirmou o recebimento da denúncia e disse que "está em mesa para análise". O caso corre em segredo de Justiça.

João de Deus é acusado de ter cometido crimes de abusos sexuais contra mulheres que frequentaram a casa onde oferece atendimento espiritual. O Ministério Público apura mais de 250 casos. Ele nega as acusações.

A denúncia, segundo a promotora Gabriella de Queiroz, foi feita com base em quatro crimes, dois delitos de violação sexual mediante fraude e dois crimes de estupro de vulnerável. Todos ocorreram em 2018 com brasileiras.

As duas investigações consideradas na denúncia envolviam o universo total de 19 vítimas. Cinco delas precisam ainda de diligências complementares, por isso foram instaurados novos procedimentos para a conclusão das mesmas. Os demais dez casos estão ou decaídos ou prescritos.

Segundo a promotora, os relatos e as provas depõem contra o médium: "É uma infinidade de elementos que trazem essa certeza para o MP que a negativa do acusado não é verossímil".

Essa é uma primeira denúncia, de acordo com Gabriella. Há ainda mais de mais de 100 investigações ativas somente no MP. Vítimas estão agendadas até janeiro para prestar depoimentos. Alguns casos "muito maduros", com muitas informações, poderão dispensar inquérito policial e poderão já serem transformados em denúncias. (Agência Brasil)

TAGS