PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Defesa de Lula nega acusação repetida porRenato Duque

2018-08-04 01:30:00

O ex-diretor de Serviços da Petrobrás Renato Duque afirmou ontem, 3, ao juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, que o ex-presidente Lula, o ex-ministro José Dirceu e o PT dividiam dois terços da propina arrecadada com os contratos de plataformas para exploração do petróleo do pré-sal da Sete Brasil. A informação, segundo Duque, foi passada pelo ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto.

 

O ex-tesoureiro negou envolvimento com arrecadação de propinas. Já a assessoria de Lula afirmou que o ex-presidente teve as contas vasculhadas e jamais recebeu valores ilegais.

 

A defesa de Dirceu disse que "diante da situação em que se encontra Duque é compreensível, que depois de anos preso, diga o que seus acusadores gostariam de ouvir". O PT não se pronunciou.

 

TAGS