PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Beach Park reabre com brinquedo interditado e movimento intenso

2018-07-19 01:30:00

O complexo aquático Beach Park, em Aquiraz (Região Metropolitana de Fortaleza), reabriu ontem com movimento, após ter ficado um dia fechado em função da morte do jornalista Ricardo José Hilário da Silva, de 43 anos. Turista de São Paulo, Ricardo morreu na última segunda-feira, 16, ao descer no Vainkará, brinquedo que tinha sido inaugurado dois dias antes. Ele foi enterrado ontem.


Às 11 horas, horário de abertura dos portões, comércio e bilheterias tinham movimento intenso. Além de quem já havia comprado os ingressos antecipadamente, muita gente adquiria o bilhete na hora.


O Vainkará permaneceu interditado. Ficará assim até a conclusão da perícia e dos reparos necessários. A placa com o nome do brinquedo havia sido removida e os acessos permaneciam bloqueados. Nos demais brinquedos, o movimento era intenso.


Elza Santana, militar carioca que passa férias com a família no Ceará, relatou cuidado extra em deixar os filhos de 7 e 12 anos brincarem no parque. “Depois do acidente, a gente fica apreensiva porque pode acontecer de novo. A gente proibiu a ida aos brinquedos mais radicais”, disse.


Turista de São Paulo, a advogada Andréa Abreu foi acompanhada da mãe e do filho de 7 anos. A família passa uma semana no Ceará. Ela disse não ter tido preocupações, mesmo após o acidente “Foi uma fatalidade mesmo. Evitamos os brinquedos de maior altura e velocidade por conta da idade do meu filho, mas, apesar do ocorrido, o passeio está sendo agradável”. (Lucas Braga)

TAGS