PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Operação policial na Cidade de Deus deixa seis mortos e três feridos

2018-05-04 01:30:00


TIROTEIO. Pelo menos seis pessoas morreram e outras três ficaram feridas durante uma megaoperação policial na Cidade de Deus, na zona oeste do Rio de Janeiro. O objetivo da operação, segundo a polícia, era buscar os suspeitos do assassinato de um capitão da PM na manhã desta quinta-feira, 3, que teriam se escondido na favela. O tiroteio levou pânico também à Linha Amarela, que acabou sendo interditada durante duas horas.


A operação começou cedo, depois que o capitão da PM Estefan Cruz Contreiras, de 36 anos, foi morto a tiros em uma aparente tentativa de assalto no bairro da Pechincha, em Jacarepaguá, na zona oeste, às 6h50.
 

Um grupo de policiais da Divisão de Homicídios seguiu para o local para investigar a morte de Contreiras e, segundo informou, foi recebido a tiros por criminosos da Cidade de Deus. Uma operação envolvendo homens do Comando de Operações Especiais (COE) da PM, do 18º Batalhão da Polícia Militar (Jacarepaguá) e da Unidade de Polícia Pacificadora entrou na comunidade, onde os assassinos do PM teriam se escondido. Seis pessoas foram mortas, segundo a Secretaria de Estado da Saúde.

TAGS