PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Profissionais de imprensa são mortos

2018-04-14 01:30:00

 
O presidente do Equador, Lenín Moreno, confirmou a morte de três profissionais da imprensa do país. O repórter Javier Ortega, 32, o fotógrafo Paúl Rivas, 45, e o motorista Efraín Segarra, 60, foram sequestrados na fronteira com a Colômbia no dia 26 por grupo dissidente das Farc. Moreno se retirou da Cúpula das Américas para voltar ao país e lançar ações militares. A equipe do jornal El Comercio estava na localidade costeira de Mataje em apuração sobre a ação de grupos armados ilegais na região. 

Gabrielle Zaranza

TAGS