PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Preso o homem considerado mentor da morte de universitária

2018-04-18 01:30:00


O sétimo e último suspeito envolvido no latrocínio da universitária Cecília Rachel Gonçalves Moura, de 23 anos, foi preso na manhã de ontem. Ele se apresentou na sede da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). De acordo com as investigações, Rodrigo Barbosa de Moura, de 29 anos, atuou como mentor e motorista no assassinato, que aconteceu na última quinta-feira, 12, na rua Vereador Pedro Paulo, no Parque Manibura.
  

As ações que resultaram na prisão de Rodrigo — que tem antecedentes criminais por roubo de veículo — foram coordenadas pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o 13º Distrito Policial (13º DP), com apoio da Unidade Tático Operacional (UTO), e da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD).
 

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que mais detalhes sobre a prisão do suspeito serão repassados durante coletiva de imprensa, marcada para hoje.
 

Antes de Rodrigo, seis suspeitos de envolvimento direto e indireto no crime foram presos. São eles: Antônio Honorato Pinheiro Macedo Filho, 18, Leonardo Lima do Nascimento, 21, Geanderson da Silva Barbosa, 21, Jéssica Ferreira Oliveira 26, Jefferson de Sousa Rodrigues, 24, e Antônia Alexandra do Nascimento, 37. (Carlos Holanda/Especial para O POVO)

TAGS