PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Polícia conclui que estudante de Direito foi vítima de latrocínio

2018-04-19 01:30:00


FORTALEZA Investigadores à frente do assassinato da estudante de Direito Cecília Raquel Moura, 23, na última quinta-feira, 12, concluíram que a estagiária dos Ministérios Públicos Federal (MPF) e Estadual (MPCE) foi vítima de latrocínio. 

 

Na última terça-feira, 17, Rodrigo Barbosa de Moura, 29, o último integrante do grupo, e responsável por planejar a ação, se entregou à Polícia Civil. "Temos o fechamento de que os indícios são para a hipótese de latrocínio. Todos os detidos serão indiciados por esse crime", disse ontem, em entrevista coletiva, o diretor da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Leonardo Barreto. 

 

Segundo o diretor e a delegada Ana Vitória, da 1ª delegacia da Divisão, as pessoas envolvidas direta e indiretamente na ação já foram identificadas e presas. Antes do latrocínio, a quadrilha era investigada pelo delegado Hélio Marques, do 13º Distrito Policial, na Cidade dos Funcionários. Segundo ele, o grupo atuava na região.

TAGS