PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Ceará e a Série A: para consolidar o crescimento

2018-04-14 01:30:00
NULL
NULL
[FOTO1]

A competição mais importante entre clubes brasileiros de futebol começa hoje e o Ceará está nela. O acesso conquistado no ano passado já deixava evidente: os desafios para 2018 seriam enormes, até porque o Alvinegro fará parte do grupo de elite. Pela frente, como adversários, as maiores potências do esporte nacional, tanto financeiramente como tecnicamente. De cara o encontro é diante do Santos, em São Paulo. Na sequência, São Paulo e Flamengo, no Castelão, e o Corinthians, novamente na capital paulista. Foram 331 semanas distante da primeira divisão e não há dúvida que a missão principal do Alvinegro é permanecer na Série A. É desta forma que o clube vai consolidar seu crescimento perene de forma sustentável. Algo além da permanência, como uma classificação para a Copa Sul-Americana, dependerá de confiança no decorrer da competição. O elenco é capaz, apesar de precisar de reforços. Nesta temporada, o Ceará terá cerca de R$ 60 milhões de receita, algo jamais visto no clube e suficiente para pagar premiações e salários em dia, além de dar toda a estrutura de trabalho aos atletas e funcionários. Ainda assim, é das menores receitas da primeira divisão. O trabalho do técnico Marcelo Chamusca é um dos trunfos do clube, bem como um grupo formado de atletas comprometidos, que sabem exatamente o que precisam fazer.

Melhor ainda se tiverem a companhia da torcida, ansiosa por voltar a ver a equipe disputando entre os melhores do País.

Fernando Graziani

TAGS