PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Lava jato. Algema em Cabral foi "necessária e coerente", diz Polícia Federal

2018-01-23 01:30:00
NULL
NULL

[FOTO1]
O policial federal Jorge Chastalo Filho, chefe da escolta que conduziu Sérgio Cabral (MDB) na semana passada ao Instituto Médico Legal de Curitiba e ao Complexo Médico-Penal de Pinhais (PR), informou à PF que o uso de algemas nas mãos e nos pés do ex-governador do Rio foi “necessário e coerente”. As informações foram dadas ao juiz Sérgio Moro, que ontem havia cobrado explicações. Sérgio Cabral foi condenado a 87 anos de prisão em processos da Lava Jato. Na última quinta-feira, 18, ele foi transferido do Rio de Janeiro para Curitiba. No dia seguinte, Cabral foi levado ao Instituto Médico-Legal da capital paranaense. Segundo o chefe da escolta, uma equipe de policiais havia informado que, no IML, “havia grande número de pessoas entre profissionais da imprensa, outros presos e populares” e, por isso, havia “necessidade de atenção máxima”. 

 

(Agência Estado)  

TAGS