PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Robinson de Castro detalha negociação do Ceará na intertemporada

Presidente do clube esclarece a situação da busca de reforços. Prioridades: goleiro e centroavante

05/07/2019 02:12:11
Da esquerda para a direita: Robinson de Castro, Enderson Moreira e Marcelo Segurado
Da esquerda para a direita: Robinson de Castro, Enderson Moreira e Marcelo Segurado (Foto: Lucas Mota)

Goleiro e centroavante. São as duas peças consideradas prioridades do Ceará no mercado da bola. Faltando menos de 15 dias para a volta do Brasileirão, o Alvinegro do Porangabuçu ainda não anunciou reforços para a sequência da Série A. Ao todo, a pausa terá durado cerca de um mês. A demora tem gerado críticas de torcedores à diretoria nas redes sociais.

Para esclarecer a situação, o presidente do Ceará, Robinson de Castro concedeu longa entrevista coletiva no Porangabuçu, ao lado do executivo de Futebol, Marcelo Segurado. A contratação de um goleiro é tratada, no momento, com mais urgência devido à carência no elenco. O Alvinegro conta com Diogo Silva, titular, e Fernando Henrique, reserva imediato, prontos para a competição. O terceiro nome, Richard, rompeu os ligamentos do joelho e deve perder o restante da temporada.

O clube deve oficializar o acerto com um arqueiro em breve. Robinson, porém, descartou o goleiro Walter. O dirigente explicou que igualou o salário que ele recebe no Corinthians, mas o atleta decidiu permanecer no clube paulista até o fim do ano, quando termina seu vínculo contratual.

"Estamos vendo se trazemos um goleiro mais experiente ou um mais jovem. Estamos pesando e medindo qual seja a melhor opção. A ideia é que a gente defina isso com a comissão técnica até esta sexta-feira. Tô deixando isso muito a cargo da comissão técnica", explicou o mandatário alvinegro.

Na faixa de ataque, o Ceará busca no mercado um camisa 9 para brigar pela titularidade e ajudar a equipe com gols. O Vovô tem no elenco Bergson, titular, e Romário, reserva imediato. Com status de aposta, o clube está perto de anunciar Felippe Cardoso, que vem de empréstimo do Santos-SP. O atacante de 20 anos já treina com o grupo, a detalhes de ser anunciado.

Robinson explicou que o Ceará enviou propostas para jogadores que atuam no exterior, mas o cenário, por enquanto, é de "incerteza". Lucca, atualmente no Al-Rayyan, do Catar, era um dos atletas buscados pelo Vovô, contudo acabou acertando com o Bahia.

"Chegamos no nível salarial que ele queria. Mas existia uma relação financeira entre Corinthians e Bahia, de acertos financeiros entre as partes, que acabaram criando a condição para que ele fosse para o Bahia", afirmou.

Léo Bonatini, do Nottingham Forest, também foi procurado pelo Ceará, entretanto preferiu seguir no futebol inglês. O paraguaio Lucas Barrios, do Huracán-ARG, não está descartado, mas é um jogador caro e com contrato longo, segundo Robinson. "Os valores são muito altos. Tá descartado? Não. Como está? Pedalando. É uma incerteza."

Lucão, que rescindiu com o Kuwait SC, está no livre no mercado, mas dá preferência ao futebol chinês. Se a negociação não avançar, o empresário do atleta pretende se voltar a propostas de clubes brasileiros. "A primeira opção dele é a China, que tem muito dinheiro. Existem quatro clubes da Série A que estão atrás dele. O investimento é muito alto. O Ceará pode negociar? Vamos tentar." (Colaborou Bruno Balacó)

 

Anúncio

Atacante Felippe Cardoso será o primeiro nome a ser anunciado para a sequência da Série A. O jogador já treina com o grupo, mas faltam detalhes contratuais

 

Lucas Mota