PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Após um ano de trabalho, Marcelo Vilar deixa o Ferroviário

Leandro Campos, ex-Horizonte e Ceará, assume como técnico coral

26/06/2019 00:01:54
Marcelo Vilar chegou ano passado para o lugar de Maurílio Silva e comandou o time no título da Série C do Brasileiro
Marcelo Vilar chegou ano passado para o lugar de Maurílio Silva e comandou o time no título da Série C do Brasileiro (Foto: Xandy Rodrigues / Especial para O POVO)

Marcelo Vilar deixou o comando do Ferroviário ontem à noite. Ele entregou o posto cinco dias antes da partida contra o Botafogo-PB, que marca o início do returno da primeira fase da Série C do Brasileiro.

A diretoria coral agiu rápido e já acertou com um novo treinador. Trata-se de Leandro Campos, que este ano comandou o Sergipe, mas está livre no mercado desde março. Ele já se apresenta na Barra do Ceará nesta quarta-feira, 25.

O destino de Marcelo Vilar é o São Caetano, time do interior paulista, que foi eliminado ainda na primeira fase da Série D do Brasileiro deste ano. O Azulão, entretanto, está jogando a Copa Paulista.

Em sua página no Facebook, Vilar se despediu oficialmente do Ferroviário. "A vida do futebol agora me chama para um novo desafio. É o momento de me despedir do clube em que vivi tantos momentos históricos e que ficarão marcados para sempre na minha carreira. Deixo aqui não só minha cidade natal e minha família, mas um clube do coração e muitos amigos/irmãos corais. Tenho muito orgulho em fazer parte destes capítulos vitoriosos do Tubarão da Barra", escreveu.

É a segunda vez que Marcelo Vilar deixa o comando técnico do Ferroviário com uma competição em andamento. Em 2017, ele trocou o Tubarão pelo Moto Club-MA em meio à segunda fase da competição. Na ocasião, Vladimir de Jesus assumiu a vaga.

Nesta passagem pelo time coral, Vilar comandou a equipe por 46 jogos, conquistando 23 vitórias, 9 empates e 14 derrotas. Em termos de títulos, foram três: Brasileiro Série D de 2018, Taça Fares Lopes 2018 e Taça dos Campeões Cearenses 2019. Foi também campeão simbólico do primeiro turno da Série C de 2019.

O POVO apurou que Marcelo Vilar optou por deixar o Ferroviário porque viu na proposta do São Caetano uma oportunidade de se recolocar no mercado do sudeste, do qual está afastado há algum tempo.

O novo treinador coral, Leandro Campos é gaúcho, tem 55 anos e duas passagens pelo futebol cearense. A mais recente foi com o Horizonte, em 2017. Sob o comando dele, o Galo do Tabuleiro arrancou na primeira fase do Estadual, evitou queda de divisão e ainda disputou o mata-mata do certame.

Já em 2013, Campos comandou o Ceará. Ele vinha de uma boa campanha com o ASA-AL, na Copa do Nordeste, mas ficou no Vovô apenas dois meses e meio.

A comunicação do Ferroviário privilegiou os sócios-torcedores quanto à divulgação da troca de comando. Todos receberam uma mensagem de texto uma hora antes da confirmação oficial via site do clube.

Mantido

O jogo entre Ferroviário e Botafogo-PB está confirmado para o PV, domingo, 17 horas. O jogo de futebol americano entre Caçadores e Ufersa, que se chocava, passou
para 6/7

Brenno Rebouças