PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Ferroviário recebe Imperatriz para ser campeão do primeiro turno da Sèrie C

15/06/2019 02:13:18
Ferroviário faz primeiro jogo no PV nesta Série C
Ferroviário faz primeiro jogo no PV nesta Série C (Foto: Julio Caesar/O POVO)

Com a possibilidade de ser o campeão do turno da Série C do Campeonato Brasileiro com uma rodada de antecedência, o Ferroviário encara hoje o Imperatriz-MA, às 16 horas, no estádio Presidente Vargas (PV). Líder isolado com 16 pontos, o Tubarão da Barra garante o topo da tabela com vitória e não poderá mais ser ultrapassado na 9ª rodada — a última dos jogos de ida do Grupo A da Terceirona. Com empate, o Ferrão fica dependendo de outros resultados.

Além disso, a equipe comandada pelo técnico Marcelo Vilar pode abrir até oito pontos de margem para o quinto colocado. Lembrando que os quatro primeiros colocados avançam à fase mata-mata.

Para obter mais três pontos com o apoio do torcedor, o Ferroviário aposta as fichas no ataque goleador. O time coral conta com os dois artilheiros da competição, Edson Cariús, com seis, e Jeferson Caxito, com quatro. Os dez gols marcados pela dupla representam mais de 70% de todos os tentos do clube na Série C 2019: 14.

O Ferrão chega para a partida embalado por duas vitórias consecutivas. Já o Imperatriz vem de triunfo no último jogo, resultado que fez a equipe sair da zona de rebaixamento e subir à sexta colocação, com oito pontos. Com isso, os maranhenses já sonham com vaga no G-4. O técnico do Cavalo de Aço é Paulinho Kobayashi, que teve passagem recente pelo futebol cearense ao comandar o Floresta no Estadual e na Série D.

O jogo marca a volta do Tubarão ao PV, enquanto o Castelão passa por intervenções de melhoria do gramado. Segundo o treinador Marcelo Vilar, as condições dos dois estádios mudam a dinâmica do jogo.

"No Castelão, o jogo fica mais rápido. Não tem como jogar lá, onde a gente gosta. Mas temos que encarar e superar mais uma vez (as adversidades) para que possamos sair de campo com o resultado positivo", ressaltou Vilar.

Lucas Mota

TAGS