PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Vitória Enfim

|SÉRIE A| Ceará vence Grêmio por 2 a 1 no Castelão e põe fim série de derrotas com gols nos minutos finais

20/05/2019 02:29:50
Com a vitória, o Alvinegro chegou a seis pontos e alcançou a 12ª posição
Com a vitória, o Alvinegro chegou a seis pontos e alcançou a 12ª posição (Foto: Julio Caesar)

Acabou o fantasma do gol no finzinho, assim como a sequência de três derrotas seguidas. O Ceará venceu o Grêmio por 2 a 1 na noite de ontem, na Arena Castelão, pela quinta rodada da Série A. Os gols do jogo foram marcados todos no primeiro tempo: Ricardinho e Michel (contra) fizeram aos 10 e 22 min respectivamente; Everton descontou para o Grêmio aos 30. Com a vitória, o Alvinegro chegou a seis pontos e alcançou a 12ª posição. O Grêmio, por sua vez, amarga a penúltima posição, com apenas dois pontos.

O Ceará matou o jogo em um ótimo começo. Nos primeiros minutos, foi o Alvinegro quem manteve a posse de bola no campo adversário e mais finalizou. Aos 10 minutos, Ricardinho concluiu linda jogada do ataque do Vovô, com direito a calcanhar de Thiago Galhardo. Até ali, o Grêmio sequer havia chutado ao gol defendido por Richard. No restante da partida, permitiu-se ficar mais atrás, esperando o contra-ataque.

O Grêmio tentou correr atrás e passou a ter mais posse de bola, mas a noite tricolor era pouco inspirada. O Vovô aproveitou e, em contragolpe rápido, marcou o segundo. Aos 22 minutos, Galhardo desceu em velocidade, cruzou e Michel jogou contra o próprio patrimônio. Diante da barreira alvinegra, o Grêmio abusou dos chutes de longe e bolas alçadas na área. A tendência só foi quebrada por Everton "Cebolinha". Em sua jogada característica, ele encarou a marcação, trouxe por dentro e, contando com desvio, diminuiu o placar.

O jogo continuaria no segundo tempo no mesmo ritmo. O Ceará, porém, não conseguiu mais aproveitar os contragolpes. Berg, em sua primeira partida como titular, foi acionado, pelo menos, duas vezes e quase fez. A maioria das chances de contra-ataque, porém, foram desperdiçadas no último passe.

Aos 20 minutos do segundo tempo, o Tricolor chegou a ter o triplo de finalizações: 12 a 4. Um minutos antes, Diogo Silva, que entrou no lugar do contundido Richard, havia feito linda defesa aos 19 minutos do segundo tempo em cabeçada de Alisson. Essa foi uma das poucas chances de empate, no entanto. A pressão ensaiada pelo Grêmio não surtiu efeito. Mesmo com dois centroavantes em campo, André e Vizeu, e a entrada do atacante velocista Pepê, o panorama da partida não mudou. A vitória ficou mesmo com o Vovô.

Lucas Barbosa

TAGS