PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Após definição da dupla de zaga, Fortaleza está há cinco jogos sem tomar gols

Outrora visto como ponto fraco do time, sistema defensivo se converteu em força para o Tricolor

16/04/2019 02:15:01
Roger Carvalho é o único zagueiro remanescente da temporada passada
Roger Carvalho é o único zagueiro remanescente da temporada passada (Foto: Mateus Dantas)

Visto com desconfiança até pouco tempo atrás, o setor defensivo do Fortaleza - entenda-se a primeira linha de quatro jogadores - vem mostrando solidez nos últimos jogos. Já são cinco partidas consecutivas sem que o time sofra gols. Quando não fica com as redes intactas, o Leão não costuma tomar mais que um tento por partida. Só Bahia e Atlético-CE carimbaram a meta tricolor duas vezes.

"A parte defensiva, que vem jogando muito bem, está muito consistente", reconhece o técnico Rogério Ceni. Ele lembrou dos inúmeros testes que fez no miolo de zaga até encontrar maior encaixe na dupla Juan Quintero e Roger Carvalho, que também não deve ficar intocável como titular. "O mais importante é que eles (zagueiros do Fortaleza) entendam o sistema (de jogo). O atleta tem que ter características para se encaixar naquilo, tem que conhecer, saber das funções e ter confiança para executar. Porque quando chegarem os jogos de quarta e domingo ou você roda (o elenco) ou perde jogador por lesão", disse Ceni.

O zagueiro Roger Carvalho entende e concorda com a filosofia do técnico. Ele acredita que Ceni "tenta montar o time de acordo com o adversário" e que a solidificação de sua dupla com Quintero foi fruto de maior espaçamento entre os jogos nas últimas duas semanas. "O entrosamento vai ganhando força conforme os jogos e minutos em campo e a equipe vai encaixando naturalmente. Estamos no caminho certo, mas tem que procurar evoluir a cada jogo", prega o defensor.

Carvalho divide os méritos dos poucos gols sofridos com os demais jogadores do time, inclusive do ataque. Para ele, não existe um sistema defensivo sozinho. "Começa lá na frente, desde a saída de bola, quando a equipe adversária começa a sair jogando, o trabalho que nossos atacantes fazem acompanhando (marcando) os defensores adversários e até mesmo o meio campo é incrível. Taticamente perfeito", acredita.

Permanecer sem tomar gols é tudo que o Leão precisa para se sagrar campeão cearense no próximo domingo. Qualquer empate, inclusive o sem gols, dá mais uma taça ao Pici. Na atual temporada, o Fortaleza ainda não perdeu por dois gols de diferença para nenhum adversário.

VEJA MAIS | FUTCAST #48 - PÓS-JOGO FORTALEZA 2 X 0 CEARÁ: LEÃO LARGA NA FRENTE

Listen to "#48 - EXTRA | Pós-jogo Fortaleza 2 x 0 Ceará: Leão larga na frente" on Spreaker.

BRENNO REBOUÇAS