PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Basquete Cearense elimina o Paulistano e avança às quartas do NBB

Carcará vence o rival, atual campeão brasileiro, pela segunda vez e fecha melhor de três jogos por 2 a 0

09/04/2019 02:25:51
Brite, armador do Basquete Cearense, comemora vitória sobre o Paulistano
Brite, armador do Basquete Cearense, comemora vitória sobre o Paulistano (Foto: Stephan Eilert / Divulgação)

Em mais uma noite de atuação inspirada, o Basquete Cearense fez história, realizando o que muitos poderiam taxar como impossível. Três dias depois de largar na frente vencendo em casa a primeira partida dos playoffs de oitavas de final contra o Paulistano, o Basquete Cearense voltou a bater o time paulista, desta vez por 84 a 74, em jogo disputado ontem, no ginásio Antônio Prado Júnior, em São Paulo.

Com o resultado, o Carcará fechou a série melhor de três partidas em 2 a 0 e garantiu classificação para a fase quartas de final, eliminando o atual campeão do torneio.

Mais que isso. O triunfo fez o time cearense espantar o fantasma de duas eliminações nas duas oportunidades em que enfrentou o Paulistano em confrontos de playoffs. Com o tabu superado, o Carcará segue adiante no torneio agora para pegar o Mogi, outro time de São Paulo.

O Basquete Cearense teve início de jogo implacável, chegando a abrir 8 a 2 no placar. Vendo o time apático em quadra, o técnico do time paulista, Regis Marrelli, pediu tempo e mexeu na equipe. A estratégica funcionou no primeiro momento, com o Paulistano se encontrando na partida e equilibrando as ações. Mesmo assim, o Carcará segurou a pressão e fechou a primeira parcial em vantagem, por 16 a 13.

No segundo período o Paulistano voltou arrasador e mostrou muita efetividade para virar o marcador e partir para o intervalo com uma vantagem de cinco pontos: 34 a 29.

Na volta para o segundo tempo, o jogo seguiu equilibrado, com as duas equipes alternando cestas lá e cá, sem grandes falhas. A terceira parcial da partida mais uma vez foi vencida pelos donos da casa.

Com desvantagem de sete pontos, o Basquete Cearense foi para o tudo ou nada nos últimos 10 minutos de jogo. Com excelente aproveitamento nas cestas de três pontos (foram 10 acertos ao longo da partida), o Carcará reagiu de forma avassaladora e não apenas assumiu a dianteira, como também abriu vantagem.

Com mais uma grande atuação do ala-pivô Felipe Ribeiro, que foi o cestinha do time, com 17 pontos, o Basquete Cearense sobrou a quadra, anotou um total de 38 pontos no último período e fechou a partida com tranquilidade, sem sofrimento, com vantagem de 10 pontos no placar final.

Bruno Balacó