PUBLICIDADE
Jornal

CT do Ceará, em Itaitinga, funciona com alvará vencido

Prefeituras de Fortaleza e Maracanaú ainda não deram retorno sobre situação de centros de treinamento de Ferroviário e Fortaleza

Fachada da Cidade Vozão, Centro de Treinamento (CT) Luís Campos, em Itaitinga. (Foto: Divulgação/CearáSC)
Fachada da Cidade Vozão, Centro de Treinamento (CT) Luís Campos, em Itaitinga. (Foto: Divulgação/CearáSC)

O Centro de Treinamento (CT) das categorias de base do Ceará, em Itaitinga, está sem alvará de funcionamento. A validade da autorização expirou em 31 de dezembro de 2018. O clube tenta a renovação junto à Prefeitura de Itaitinga, responsável pela emissão. Entretanto, o órgão só emitirá a certificação após o Corpo de Bombeiros atestar condições de segurança da estrutura, que considerou irregular em vistoria realizada na segunda-feira, 11.

Procurado pelo O POVO, o diretor do departamento de Administração Tributária de Itaitinga, Ronaldo Dantas, prometeu realizar vistoria na próxima terça-feira. Segundo ele, a situação está pendente e as medidas de segurança serão exigidas.

Desde a inauguração em 2014, o CT teve alvará de funcionamento emitido pela Prefeitura de Itaitinga sem a cobrança da anuência do Corpo de Bombeiros quanto as medidas de segurança contra incêndio e pânico.

Ronaldo explica que anteriormente, o alvará era emitido mediante a apresentação de licença da Vigilância Sanitária. "Só sai o alvará mediante apresentação do laudo dos Bombeiros. Nesse ano, eles não têm o alvará", afirmou o diretor.

A vistoria realizada pelo Corpo de Bombeiros no CT do Ceará atende a uma solicitação do Ministério Público do Estado (MPCE), que pediu a fiscalização das estruturas dos clubes de futebol cearenses. Os CTs de Fortaleza, em Maracanaú, e Ferroviário, na Barra do Ceará, também foram considerados irregulares. O POVO procurou as prefeituras dos municípios para apurar a situação dos complexos, mas não obteve retorno até o fechamento desta matéria.

A intenção do MPCE é evitar que ocorra tragédia semelhante a do Ninho do Urubu, CT do Flamengo, onde dez jovens atletas morreram em incêndio em alojamento.

Em nota, o Ceará afirmou que possui projeto de segurança aprovado pelos bombeiros há seis meses. O tempo para a conclusão das medidas é de abril de 2019.

Lucas Mota