PUBLICIDADE
Jornal

Falta um Maestro

|Camisa 10| Presidente do Fortaleza diz que já fez proposta a um meio-campista e aguarda resposta. No atual elenco, apenas Madson tem o perfil criativo desejado

01/02/2019 03:57:46
WAGNER tem 33 anos, jogou o Brasileirão do ano passado pelo Vasco, e pode ser alternativa para o meio-campo tricolor
WAGNER tem 33 anos, jogou o Brasileirão do ano passado pelo Vasco, e pode ser alternativa para o meio-campo tricolor

Depois da ânsia pela chegada de zagueiros - muito embora o clube só tenha trazido Juan Quintero -, o torcedor do Fortaleza agora cobra por um camisa 10. Do elenco montado para a temporada 2019, até aqui, somente Madson parece ter características para exercer a função de meia criativo, mas há uma certa desconfiança quanto ao jogador.

A primeira impressão causada pelo meia não foi das melhores, visto que ele chegou acima do peso ideal. Com os treinos do dia a dia, porém, naturalmente ele vai se livrando dos quilos extras. A preocupação sobre Madson mesmo gira em torno do tempo em que ele atuou no Qatar, onde o ritmo de jogo é diferente daquele do futebol brasileiro.

Na apresentação, o próprio jogador reconheceu que precisaria se readaptar e destacou que nos últimos sete anos atuou mais pelos lados que como um camisa 10 autêntico.

Poupado da partida contra o Náutico, na estreia da Copa do Nordeste, semana passada, ele pode estrear domingo, contra o CSA. Essa pode ser a oportunidade de o torcedor matar a curiosidade sobre o baixinho, nome mais conhecido dos contratados do Leão para a temporada.

As fichas da diretoria tricolor, no entanto, não estão todas sobre ele. Dirigentes do Fortaleza já admitiram que estão no mercado em busca de um meia de criação.

Um dos nomes que interessam ao Tricolor é o de Wagner, que defendeu o Vasco da Gama no ano passado. O experiente jogador de 33 anos está no Al-Khor, do Qatar, mesma equipe de onde veio Madson, e tem contrato até o fim de junho.

E é exatamente esse vínculo que pode impedir a vinda do atleta. Para acertar com o Fortaleza, ele precisa vir a custo zero. Em outras palavras, carece de liberação da equipe árabe para então acertar com o Leão.

Não há, no entanto, obrigação do Tricolor em esperar um período determinado para que o jogador se desligue do atual clube. Se outra situação surgir no mercado, o Fortaleza vai negociar.

O presidente do clube, Marcelo Paz, negou que tenha conversado com agentes do jogador, mas O POVO apurou que há sim um diálogo com o staff de Wagner.

Ainda sobre o meia procurado no mercado, Paz disse em coletiva que "a proposta está feita e a gente está aguardando as coisas andarem. Chega num ponto da negociação que não se tem mais o que fazer. É aguardar a decisão. E algumas vezes isso demora um, dois, três ou mais dias. Então vamos aguardar para que muito em breve isso seja resolvido".

BRENNO REBOUÇAS

TAGS