PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Vínculo Extenso

| Contratos | Fortaleza ainda não planeja 2019, mas tem oito jogadores confirmados para a nova temporada

01:30 | 08/11/2018

AO FIM da temporada, Dodô terá de se reapresentar ao Atlético-MG Julio Caesar
AO FIM da temporada, Dodô terá de se reapresentar ao Atlético-MG Julio Caesar

O desejo de ser campeão brasileiro ainda prende a atenção do Fortaleza nesta temporada. A três partidas do fim da Série B, o Leão quer garantir o título o quanto antes para começar a planejar 2019, tendo em vista que um novo calendário de competições começa já em 15 de janeiro.

 

A primeira demanda é definir se Rogério Ceni permanece ou não como técnico; em seguida, começa o processo de seleção de quem fica e quem deixa o Pici. Essa parte tem a ver não só com a reformulação de elenco, mas também com o período de férias exigido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) aos atletas, que é de 30 dias.

 

Com o troféu da Série B assegurado, o departamento de futebol pode liberar parte dos atletas primeiro para antecipar a reapresentação ? que, em tese, só pode acontecer a partir de 24 de dezembro. Isso vale em especial para aqueles que têm contrato mais longo e não precisam sentar para negociar renovação.

 

Dos 35 jogadores que compõem o atual elenco do Fortaleza, apenas oito possuem vínculo mais duradouro com o Leão. As situações mais confortáveis são as do goleiro Marcelo Boeck, do lateral esquerdo Bruno Melo e do atacante Romarinho, todos com contrato até 2020.

 

Dentre os atletas garantidos até 2019, Felipe, Tinga e Marlon têm vínculo até dezembro. Os demais contratos vão se encerrando ao longo da temporada. O do atacante Marcinho vai até 30 de abril e o do volante Pablo até 30 de novembro.

 

Todos os demais deixam de ser atletas do Fortaleza no fim deste mês ou em  dezembro. Uma boa quantidade vai retornar ao clube de origem. Gustavo é um exemplo. Ele terá que se apresentar ao Corinthians ao fim da temporada vigente e só depois saberá onde vai jogar em 2019. Peça constante no time de Rogério Ceni ? só ficou de fora de uma partida da Série B ?, Dodô terá de retornar ao Atlético-MG.

 

Nada impede que essas peças não possam retornar ao Pici, mas o processo de renovação é mais burocrático que apenas sentar e conversar com o atleta. Estão na mesma condição Leonan, Douglas Coutinho, Rodolfo, Diego Tavares e Minho.

 

O diretor de futebol do Fortaleza, Daniel de Paula Pessoa, diz que o clube não se pronunciará sobre 2019 enquanto a Série B estiver em andamento. Por outro lado, o executivo de futebol, Sérgio Papellin, já havia admitido ao O POVO semana passada que não pode esperar até dezembro para começar a planejar a próxima temporada.

 

PÚBLICO

 

O Fortaleza foi mandante dos 11 jogos de maior público nesta Série B 2019. O recorde foi contra o Paysandu, com 57.223 torcedores

 

VEJA MAIS: FORTALEZA: AS CONTAS PRA SER CAMPEÃO DA SÉRIE B | NA PRANCHETA #39

 

BRENNO REBOUçAS