PUBLICIDADE
Jornal
VERSÃO IMPRESSA

Faz parte do plano

| Série B | Hoje, em Barueri, Fortaleza tenta quebrar tabu de não vencer Oeste. Vitória é fundamental para Tricolor abrir caminho para conquistar o acesso à Série A em casa

20/04/2019 09:57:56
ROGÉRIO Ceni terá o retorno de três atletas para partida de hoje
ROGÉRIO Ceni terá o retorno de três atletas para partida de hoje (Foto: JULIO CAESAR)

Para o Fortaleza, vencer o Oeste-SP hoje à tarde significa deixar o terreno preparado para lograr o acesso à Série A do Brasileiro em casa, diante da torcida. Um triunfo faz o Leão chegar aos 59 pontos, ficando bem próximo da margem que os sites especializados em estatística apontam como garantia para trocar de divisão, que fica entre 62 e 64 pontos. Os dois jogos que o Tricolor tem como mandante depois da partida contra o rubro-negro paulista na Arena Barueri, hoje às 16h30min, são propícios para a conquista do feito.

O problema é que tudo isso está no campo da teoria. Na prática, quando a bola rola, nem sempre as coisas saem como planejado. O próprio Oeste, adversário desta rodada, é pedra no sapato tricolor. Nas poucas vezes que se enfrentaram, o time do interior de São Paulo, que antes tinha sede em Itápolis e agora manda jogos em Barueri, deu dor de cabeça ao Leão.

Os traumas do Fortaleza com a fase de mata-mata da Série C começaram contra o Oeste. Em 2012, os dois se cruzaram nas quartas de final da competição, disputada em dois jogos. Na ida, em Itápolis, empate sem gols. Na volta, em pleno PV, o Rubrão fez 3 a 1 e eliminou o Leão. Naquele ano, o Oeste sagrou-se campeão da competição e sustenta-se na Série B até hoje.

Com o regresso do Leão à Segundona nesta temporada, os dois times voltaram a se encontrar na 12ª rodada e os paulistas venceram novamente, dessa vez por 2 a 1, quebrando os 100% de aproveitamento do Fortaleza no Castelão.

No quarto duelo entre ambos, o Tricolor quer quebrar um tabu de nunca ter vencido o Oeste e de quebra ficar ainda mais perto do objetivo principal da temporada, que é o acesso. O momento é bom, já que o time comandado por Rogério Ceni vem de três vitórias consecutivas.

O técnico do Leão terá, inclusive, força máxima para o duelo. Estão novamente à disposição o goleiro Marcelo Boeck, recuperado de lombalgia, o lateral-direito Tinga, que não sente mais dores no tornozelo direito e Felipe, que cumpriu suspensão pelo terceiro amarelo. Todos devem iniciar a partida. Quem fica de fora é o volante Derley, suspenso. Ele e Igor Henrique, com dores no músculo adutor direito, não viajaram com a delegação.

O objetivo dos donos da casa é garantir permanência na Série B para 2019. Na 13ª colocação, com 40 pontos, o Oeste ainda corre certo risco de rebaixamento. Por isso, a intenção é alcançar uma pontuação de segurança o mais rápido possível. O técnico Roberto Cavalo terá de volta o volante Lídio, que não atuou no empate sem gols diante do Criciúma.

Jogando em casa, o Rubrão não costuma vender fácil uma derrota. Só perdeu na Arena Barueri nesta Série B três vezes, sempre por placares apertados. Em compensação, o time tem recorde de oito empates como mandante.

BRENNO REBOUÇAS

TAGS