PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Richarlison pede passagem

| Brasil | Atacante do Everton marca dois e seleção vence o fraco El Salvador por 5 a 0 nos Estados Unidos

01:30 | 12/09/2018
RICHARLISON foi contratado em julho pelo inglês Everton por 45 milhões de libras Lucas Figueiredo/CBF
RICHARLISON foi contratado em julho pelo inglês Everton por 45 milhões de libras Lucas Figueiredo/CBF

Reformulada pelo técnico Tite, a seleção brasileira goleou El Salvador na noite de ontem, em Washington. Com seis titulares que não disputaram a Copa do Mundo da Rússia, o time não teve dificuldades para golear o inexpressivo adversário por 5 a 0, com gols de Richarlison (2), Neymar, Philippe Coutinho e Marquinhos.

 

O cearense Everton, do Grêmio, fez sua segunda partida pela seleção brasileira. Ele entrou aos 8 minutos do segundo tempo, no lugar de Philippe Coutinho. Na partida, ele jogou nas pontas, municiando Neymar, que jogou mais centralizado.

 

O goleiro Neto, enfim escalado após 25 convocações, foi apenas um espectador privilegiado durante a partida.O Brasil inaugurou o marcador em Washington logo aos três minutos, quando o árbitro norte-americano Jair Marrufo viu pênalti de Domingues em Richarlison. Neymar cobrou no canto direito de Hernandez e marcou seu 59º gol pela seleção.

 

Sem dificuldades, o time canarinho aumentou a vantagem aos 15 do primeiro tempo. Escalado como titular de forma inédita, Richarlison recebeu de Neymar pela esquerda e acertou belo chute colocado para marcar o segundo do Brasil.

 

O atacante Neymar, inspirado diante do inexpressivo adversário, também participou do terceiro gol, anotado aos 29 minutos da etapa inicial. O atacante desceu pela esquerda e tocou para Philippe Coutinho, da entrada da área, fuzilar o goleiro Hernandez.

 

El Salvador chegou a subir ao ataque no início do segundo tempo, mas sofreu o quarto logo aos quatro minutos. Philippe Coutinho tentou jogada individual pelo lado direito da grande área e acabou desarmado. Na sobra, Richarlison encheu o pé de canhota e decretou a goleada.

 

Com a finalidade de fazer experiências, Tite promoveu suas seis alterações no amistoso. Entre os atletas semifinalistas da Copa do Brasil, sacou o cruzeirense Dedé no intervalo e colocou o flamenguista Lucas Paquetá pouco antes dos 15 minutos da etapa final.

 

A despeito das mudanças, a equipe manteve a superioridade e quase aumentou, mas o goleiro Hernandez mostrou serviço diante de Willian e Lucas Paquetá. Aos 44, Neymar cobrou escanteio pela esquerda e Marquinhos usou a cabeça para fechar o placar.

 

Em preparação para a Copa América 2019, a seleção volta a campo contra Arábia Saudita e Argentina nos dias 12 e 16 de outubro, respectivamente. Tite divulga os convocados em 21 de setembro. (Com Gazeta Esportiva)

 

Neymar

 

O atacante do PSG chegou ao 59º gol pela seleção. Com isso, ele fica a três gols de Ronaldo e 18 de Pelé, segundo números oficiais da Fifa