VERSÃO IMPRESSA

Arthur desencanta e Ceará vence a primeira na Série A, diante do Sport

| SÉRIE A | Arthur brilha e marca o gol da primeira vitória do Ceará no brasileirão. Resultado restaura confiança do elenco e esperança da torcida na fuga do rebaixamento

01:30 | 19/07/2018

[FOTO1]
O Ceará desencantou na Série A do Campeonato Brasileiro. Com gol de Arthur, que também quebrou jejum na competição, o Vovô venceu o Sport por 1 a 0 na noite de ontem e encheu a torcida alvinegra de esperança novamente. Os mais de 15 mil torcedores presentes no estádio Presidente Vargas comemoraram o resultado como uma classificação. Em campo, jogadores se abraçaram como se já tivessem evitado o temido rebaixamento.


As cenas do fim da partida lembraram o ano de 2015, quando o Ceará fez uma arrancada e escapou da degola na Série B. Em especial quando Lisca foi até a torcida e comandou a festa com os braços para o alto. O cântico "Saiu do hospício", entoado em homenagem ao treinador naquele ano, voltou a ser bradado pela massa alvinegra.


Euforia à parte, o time do Ceará mostrou que ainda precisa de peças para qualificar o elenco e avanços táticos e técnicos. A diferença é que agora o Vovô tem um elemento que faltava em Porangabuçu: confiança.


“Mais importante hoje era terminar com essa série sem vitórias. Tenho experiência com isso, os jogadores perdem o ânimo, a disposição, então é óbvio que não íamos fazer um grande jogo, mas o importante era ganhar”, confessou o técnico Lisca, que comparou o resultado a tirar “um caminhão das costas”.

De fato, não foi um grande jogo. No primeiro tempo o Ceará foi apenas marcação e correria. Os dois atacantes, Éder Luís e Felipe Azevedo, não finalizaram nenhuma vez. Na maior parte dos primeiros 45 minutos, o Vovô teve menos de 40% de posse de bola. A defesa bem postada, porém, possibilitou um jogo apenas de bola aérea e chutes de longa distância do Sport, que resultou em pouco perigo.

No intuito de aumentar a ofensividade, Lisca lançou Arthur no intervalo e a estrela do garoto voltou a brilhar. Foram duas finalizações dele. Uma nas redes e outra que assustou o goleiro Magrão. Com o placar favorável, o time ganhou fôlego e passou a pressionar. Foram 12 finalizações contra apenas 4 do Leão pernambucano na segunda etapa.


Quando o desgaste começou a bater, Lisca não teve vergonha de se fechar. Colocou mais dois defensores em campo e conseguiu segurar as investidas do Sport, que voltou a dar trabalho com a entrada de Andrigo.


O apito final foi o início da campanha de arrancada que o Ceará precisa fazer. O que era quase impossível agora parece apenas difícil. Nesse caso, o modo de ver faz toda diferença.


Para Lisca, o “efeito PV” fez toda a diferença. “Se fosse no Castelão com esse público, fica mais neutro, aqui a torcida pega junto, time mostrou vontade e raça”  

 

Ficha Técnica

 

CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE A

Ceará 1

Técnico: Lisca
4-4-2: Everson; Arnaldo, Tiago Alves, Luiz Otávio e João Lucas; Fabinho, Richardson (Valdo), Juninho, Reina (Eduardo Brock); Felipe Azevedo, Éder Luís (Arthur)

Sport 0

Técnico: Claudinei Oliveira
4-2-3-1: Magrão; Raul Prata, Léo Ortiz, Ernando (Max) e Sander; Fellipe Bastos, Gabriel; Michel Bastos, Rogério, Marlone (Andrigo); Rafael Marques (Carlos Henrique)

Local: Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza-CE
Data: 18/7/2018
Horário: 19h30min
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha
Assistentes: Joao Luiz Coelho de Albuquerque e Thiago Henrique Farinha
Gols: 8min/2T - Felipe Azevedo faz cruzamento para a área do Sport e Arthur desvia a bola de cabeça para o canto esquerdo de Magrão.
Renda: R$ 99.236,00
Público: 15.197 presentes (14.558 pagantes) 

BRENNO REBOUÇAS

TAGS