VERSÃO IMPRESSA

Na base do mistério

| Série D | Mais uma vez com portões fechados, Ferroviário trabalha no esboço de time titular para a decisão. No Treze-PB, o único desfalque é o artilheiro Maxuell

01:30 | 28/07/2018
[FOTO1]

A rotina de treinos no Ferroviário continua a todo vapor. O esboço do time começou a ser montado ontem pelo técnico Marcelo Vilar em treino que, mais uma vez, foi fechado para imprensa e torcida. Segundo informações da assessoria do clube,  foram realizados trabalhos de finalizações, posicionamento defensivo e um coletivo na Vila Olímpica Elzir Cabral. Na próxima segunda-feira, 30, Ferroviário e Treze-PB começam a decidir quem será o grande campeão da final da Série D do Campeonato Brasileiro, às 19h15min na Arena Castelão. A partida de volta está marcada para o sábado, 4 de agosto, às 18h30min no estádio Amigão, na Paraíba.

 

Em entrevista coletiva, o comandante coral antecipou a ansiedade para a decisão e despistou sobre a montagem da equipe. "Esse jogo só acaba aqui em Fortaleza se acontecer algo muito excepcional. Acredito que será muito disputado e que só conheceremos o campeão lá na Paraíba (onde será realizado o jogo de volta). Estamos analisando todas as opções que temos e todos que entrarem tenho certeza que irão corresponder'', defende Vilar.

 

Com dúvidas na defesa e ataque, o técnico terá três desfalques certos contra o Treze. As baixas do Tubarão da Barra são os zagueiros Luís Fernando, André Lima e o atacante Vitinho, todos expulsos no último jogo. Afonso, Túlio e Erandir brigam pelas vagas na defesa, enquanto no ataque o lugar de Vitinho é disputado por Dudu, Rafael Guedes e Luís Soares.

 

Pelo lado do Treze-PB, a expectativa é de um bom jogo em Fortaleza e deixar o placar em aberto para decidir perto de sua torcida em Campina Grande, no estádio Amigão - na segunda, 6. Fora de campo, a diretoria busca o quanto antes a renovação de contrato com o técnico Flávio Araujo, mas o cearense despista sobre situação e diz manter o foco na final da Quarta Divisão do Brasileiro."Lógico que a diretoria tem interesse, eu também tenho. Só que o momento agora é de entressafra, porque não tem mais competição para o Treze. O mais importante agora é presentear com o título essa torcida maravilhosa, que nos apoio e incentivou o tempo todo e depois conversamos sobre isso", pontuou.

 

Já dentro de campo, o time terá uma baixa importante: o atacante Maxuell está fora da final. O artilheiro passou por uma artroscopia, cirurgia para reparar danos nas articulações e o tempo de recuperação estipulado é de, no mínimo, três semanas - o que inviabiliza a participação do "Samurai" na decisão. O substituto será Leandro Love, que conta com três gols na competição.

 

Apesar da baixa, o time de Flávio terá um retorno importante. Após cumprir suspensão automática, o volante Elielton retorna e quer recuperar a vaga que foi assumida por Dedé no último jogo. Os dois volantes, inclusive, alternaram-se na equipe titular durante toda a campanha do Galo na Série D.

 

Decisão

Sem "gol qualificado", a decisão da Série D começa na segunda, 30, no Castelão. A segunda perna da final será no dia 6 de agosto, no estádio Amigão, em Campina Grande

 

MATHEUS VITOR

TAGS