VERSÃO IMPRESSA

Fernandinho sofre racismo e CBF repudia com atraso no Instagram

INSTAGRAM. CBF divulga comunicado repudiando ataques de internautas

01:30 | 09/07/2018
[FOTO1]

Com “delay” de quase dois dias, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou um comunicado ontem repudiando as manifestações racistas contra o volante Fernandinho, após a derrota do Brasil por 2 a 1 para a Bélgica, na última sexta-feira, pelas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia.


Fernandinho virou alvo de críticas e preconceito racista após um desempenho técnico abaixo do esperado contra os belgas. No primeiro gol dos Diabos Vermelhos, depois de uma cobrança de escanteio, a bola resvalou no jogador brasileiro e pegou o goleiro Alisson Becker de surpresa.


“A CBF repudia os ataques racistas sofridas pelo jogador Fernandinho e seus familiares. O futebol representa a união das cores, gêneros, culturas e povos. Estamos com vocês. Racistas não passarão!”, escreveu no Instagram.


No Twitter, o volante foi chamado de “macaco” por ser apontado como principal culpado pela eliminação do Brasil no Mundial.

Fernandinho também teve de fechar o seu Instagram para comentários em função das ofensas.

[QUOTE1]

A nota insignificante no perfil do Instagram da CBF não informa se a entidade oficializou o repúdio ou se acionará o Ministério Público sobre os ataques de internautas. Nenhum jogador da seleção e Tite se manifestaram em defesa do jogador do Manchester City. Nem o próprio clube inglês.


Na manhã de ontem, parte do elenco da Seleção e membros da comissão técnica desembarcaram no Rio de Janeiro, onde foram recepcionados calorosamente. O jogador do Manchester City não fez parte deste grupo, já que mora na Europa.


A seleção brasileira virou motivo de piadas e zombarias.

Especialmente dos belgas, algozes do time canarinho. A histórica classificação ainda repercute no país europeu. No último sábado, o site local Vtm Nieuws publicou a seguinte manchete: “Brasileiros caem com o rabo entre as pernas”. Abaixo do título da matéria, o veículo postou um vídeo em que mostra a delegação brasileira no aeroporto de Kazan embarcando de volta para a casa.


Neymar não escapou das brincadeiras. Horas após o triunfo dos belgas, o mesmo site divulgou um vídeo em que torcedores gritam o nome do atacante no ritmo da canção “Aquarela do Brasil” e logo em seguida caem no chão, ironizando o jogador.

TAGS