VERSÃO IMPRESSA

Empate frustrante

| SÉRIE B | Fortaleza tem chance de construir goleada sobre o Avaí, desperdiça oportunidades, cede empate e chega ao quarto jogo consecutivo sem vitória

01:30 | 25/07/2018

[FOTO1]
O torcedor do Fortaleza foi dormir engasgado ontem à noite. O empate do Leão em 1 a 1 com o Avaí, em pleno Castelão, foi mais um daqueles resultados difíceis de digerir. É duro ver dois pontos escaparem no último terço do jogo, graças ao único chute a gol do adversário em 90 minutos de bola rolando.


Sim, foi exatamente isso. O pênalti que Guga cobrou e converteu para o time catarinense aos 36 minutos do segundo tempo foi a única finalização do Avaí para a meta de Boeck. À exceção disso, o goleiro tricolor foi mero espectador na partida.

Não dá, entretanto, para cair no argumento clichê da “injustiça”, já que Adalberto de fato cometeu pênalti em Getúlio. O lamento surge principalmente porque o Fortaleza desperdiçou pelo menos três grandes chances de ampliar o placar somente no segundo tempo.

Aos 25, Dodô finalizou de bicicleta na grande área e o goleiro Aranha evitou o golaço. Cinco minutos depois, Marcinho invadiu a área pela esquerda, deixando dois marcadores para trás, e finalizou colocado, tirando demais do goleiro. No lance seguinte, Roger Carvalho acertou cabeçada após cobrança de escanteio e Aranha fez milagre mais uma vez.


Ao todo, foram 16 finalizações do Fortaleza contra cinco do Avaí — sendo cinco certas para o tricolor contra apenas uma dos catarinenses —, números que deixam claro a postura mais ofensiva do Leão. A qualidade do ataque, porém, ficou devendo mais uma vez.

Getterson até foi melhor que Wilson como homem projetado mais à frente, mas só conseguiu atuar por um tempo. Marcinho foi o destaque, com boa movimentação e bom “um contra um”, deixando até uma sensação de que foi menos acionado do que devia, mas pecou nos arremates.


Ainda assim, o resultado não foi dos piores para o Fortaleza. Com mais um ponto somado, chegando aos 31, o time permanece líder isolado da Série B e mantém quatro pontos de margem para 5º colocado, Vila Nova, com 27 pontos — o primeiro fora do G-4. “Até um pontinho tá valendo. Agora é correr atrás de mais pontos fora de casa”, disse o atacante Marcinho, ao fim da partida.


O torcedor não concordou com ele e reagiu com vaias. A frustração no rosto de alguns jogadores, como Marlon, que levou as mãos à cabeça logo após o apito final, também mostra discordância. Natural, uma vez que o Tricolor chegou à quarta partida consecutiva sem vitórias. Dos últimos 12 pontos que disputou, o Leão faturou apenas dois.


Restam ainda dois jogos para o fim do turno. O próximo compromisso do Fortaleza será em Caxias do Sul, no sábado, diante do Juventude-RS. No sábado seguinte o time volta ao Castelão e encara o Coritiba-PR. Mesmo que vença os dois duelos, o time entra no returno longe da projeção de 40 pontos que considerava ideal.


Suspensos pelo terceiro amarelo, Dodô e Wilson não enfrentam o Juventude.  

 

FICHA TÉCNICA


SÉRIE B


Fortaleza 1
4-4-2: Boeck; Tinga, Jussani, Roger Carvalho; Adalberto; Nenê Bonilha (Derley), Felipe, Dodô, Marlon; Marcinho (D. Coutinho), Getterson (Wilson)
Técnico: Rogério Ceni

Avaí 1


3-5-2: Aranha; Betão, M. Silva (Moritz), Aírton; Guga, Judson, Pedro Castro (Getúlio), Capa, Renato; Rômulo, Beltrán (Luanzinho)
Técnico: Geninho


GOLS - 3min/1T - Judson derruba Marcinho na grande área, pênalti. Dodô cobra e converte.

36min/2T -Adalberto atropela Getúlio na grande área, pênalti. Guga cobra e converte

Local - Castelão, em Fortaleza-CE
Data - 24/7/2018
Horário - 21h30min
Árbitro - Vinicius Furlan (SP)
Assistentes - Daniel Paulo Ziolli (SP) e Evandro de Melo Lima (SP)
Cartões amarelos -Marquinhos Silva, Beltrán, Aírton (AVA) Wilson, Adalberto, Dodô (FOR)
Renda - R$ 121.435,00
Público - 17.871 presentes (17.186 pagantes)

BRENNO REBOUÇAS

TAGS