VERSÃO IMPRESSA

Prontos pro desafio

Seleção após enfrentar a Croácia amanhã, o Brasil ainda fará último amistoso de preparação para a copa do mundo da Rússia no próximo dia 10, contra a Áustria, em Viena

01:30 | 02/06/2018

[FOTO1]

O que já se sabia foi confirmado ontem pela comissão técnica da seleção brasileira: Renato Augusto e Douglas Costa estão fora do amistoso de amanhã, contra a Croácia, às 11 horas (de Brasília), em Liverpool.

 

O meio-campista, aliás, ficará no CT do Tottenham, em Londres, fazendo fisioterapia no processo de recuperação das dores no joelho direito que o impedem de treinar desde quinta-feira. Já o atacante viajou com o restante da delegação no final da tarde.


A inclusão de Douglas Costa é motivo de alívio para Tite e seus pares. O jogador tem uma lesão na coxa esquerda e este período de reabilitação causou apreensão.


Mas ele está liberado para trabalhar com bola e vai participar do treinamento de hoje da seleção, que será realizado no Anfield Road, a casa do Liverpool.


Neymar também treinará normalmente. O craque, que não joga desde o final de fevereiro por conta da fratura no quinto metatarso do pé direito que o levou a ser submetido a uma cirurgia no início de março, vai possivelmente entrar durante o jogo com os croatas, no segundo tempo.


O time que sai jogando deverá ser confirmado por Tite após o treinamento com a seguinte formação titular: Alisson; Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro e Fernandinho; Paulinho, Willian e Philippe Coutinho; Neymar.


Após enfrentar a Croácia neste domingo, o Brasil ainda fará um último amistoso de preparação para a Copa do Mundo da Rússia no próximo dia 10, contra a Áustria, em Viena.


Depois de realizar estes duelos de preparação, a seleção brasileira fará a sua estreia no Mundial em 17 de junho, contra a Suíça, em Rostov.

 

A seleção brasileira fez ontem uma viagem pouco comum para seus padrões. Trocou o avião pelo trem para vencer o percurso entre Londres e Liverpool.


A troca do ar pelos trilhos levou em conta a praticidade, mas também uma preocupação, que se mostrou injustificada, de que Philippe Coutinho fosse alvo de protestos de torcedores nessa sua volta à cidade depois de trocar o Liverpool pelo Barcelona, em janeiro.


O temor era de que um desembarque no aeroporto John Lennon pudesse facilitar xingamentos contra o jogador brasileiro, além do assédio de torcedores a ídolos como Roberto Firmino, um dos artilheiros do Liverpool, além, claro, a Neymar. 

 

(Agência Estado)

GABRIELLE ZARANZA

TAGS