VERSÃO IMPRESSA

Mesmo sem Chamusca, Ceará foi disciplinado e venceu o Leão

Estadual mesmo sem a presença do técnico Marcelo Chamusca em campo, Ceará teve disciplina tática para bater o Fortaleza e faturar o título de campeão cearense

01:30 | 09/04/2018

No ano em que completa um século, o Clássico-Rei teve ontem um espetáculo correspondente à sua grandeza.

[SAIBAMAIS]

Na finalíssima do Campeonato Cearense 2018, Ceará e Fortaleza protagonizaram duelo com todos os elementos que uma final requer. Saiu de campo com o título quem foi indiscutivelmente superior nos 180 minutos da decisão.


Na última metade da final do Estadual, o Alvinegro voltou a vencer o Tricolor por 2 a 1, fazendo 4 a 2 no placar agregado e sacramentando seu bicampeonato, que premiou mais uma atuação de grande consistência dos comandados do técnico Marcelo Chamusca.


Mesmo sem o treinador à beira do campo durante quase todo o jogo - Chamusca teve queda de pressão após o primeiro gol e deixou o estádio de ambulância -, o Vovô fez valer sua superioridade técnica, tática, física e psicológica.


O golaço de Pio, logo aos 18 minutos, garantiu a tranquilidade que o time queria na peleja. Com a vantagem, o Alvinegro se mostrou muito disciplinado ao plano de jogo e cumpriu com lucidez a estratégia montada.


O Fortaleza teve muito volume de jogo, mas não organização ofensiva, tentando sempre mais na base da vontade que da organização. Quando não insistia em cruzamentos na área para Gustavo, a única alternativa era nas jogadas individuais de Osvaldo.


Em uma delas, ele foi derrubado na área por Pio. Pênalti que Bruno Melo cobrou na trave. Além disso, ele ainda desperdiçaria a chance de recolocar o Tricolor na disputa.


Mesmo com a posse de bola sob controle do rival, o Ceará soube se defender com organização, sendo paciente e tendo frieza para matar a partida quando teve a oportunidade, em jogada espetacular de Arthur que terminou com finalização perfeita de Felipe Azevedo.


Aí, muitos tricolores já deixavam as arquibancadas do Castelão e nem viram o gol de Adalberto, que diminuiu no fim. Lance que pouco importou aos alvinegros.


Ao apito final, os torcedores comemoraram mais um resultado positivo sobre o maior rival, coroando um Estadual quase perfeito que teve três vitórias e um empate nos quatro clássicos em 2018.


O desempenho corrobora que a conquista foi justa. Foi campeão quem fez por onde.

 

NOME DO JOGO

[FOTO1]

Na última metade da final do Estadual, o Alvinegro voltou a vencer o Tricolor por 2 a 1, fazendo 4 a 2 no placar agregado e sacramentando bicampeonato. Placar foi aberto com gol de Pio (foto)

 

FICHA TÉCNICA


CEARENSE 2018 1X2

 

Fortaleza


3-5-2: M. Inácio; Adalberto, Jussani e Ligger (J. Patrick); Tinga (Edinho), Pablo (A. Mineiro), Derley e Bruno Melo; Felipe, Gustavo e Osvaldo. Técnico: Ceni

 

Ceará


4-2-3-1: Éverson; Pio, Valdo (R. Pereira), L. Otávio e Romário; Juninho e Raul; Wescley (Roberto), Ricardinho e F. Azevedo (R. Carioca); Arthur. Técnico: Chamusca


18MIN/1T - Pio aproveita sobra de falta e marca um golaço.

 

39MIN/2T - Felipe Azevedo bate colocado e amplia para o Ceará.

 

45MIN/2T - Após cobrança de escanteio, Adalberto diminui de cabeça.

 

Data: 08/04/2018

Local: Castelão, em Fortaleza

Árbitro: Rodolpho Toski (PR)

Assistentes: Ivan Bohn (PR) e Eduardo Cruz (MS)

Cartões amarelos: Adalberto, Felipe, Jussani e Derley (FOR); Arthur, Pio, Rafael Pereira e Felipe Azevedo (CEA)

Público pagante: 39.920

Não pagante: 1.000

Renda: R$ 990.904

 

TAGS