VERSÃO IMPRESSA

Arthur renova com o Ceará e fica no clube até 2021

Dia cheio diretoria do ceará anuncia renovação do atacante Arthur e avisa que o volante Raul deve deixar a equipe. Clube fechou ainda novo patrocinador para a série A

01:30 | 13/04/2018
[FOTO1]

O Ceará teve uma quinta-feira movimentada, marcada pelo fim de duas novelas que se arrastavam nas últimas semanas. Para Arthur, foi o "dia do fico". Sondado por Cruzeiro, Grêmio e Atlético-MG, o atacante e seus representantes chegaram a um acordo com a diretoria alvinegra para a prolongação de seu vínculo com o clube até maio de 2021. Antes, tinha contrato até julho de 2019.


O novo acordo prevê aumento considerável em seu salário, que passa de R$ 2 mil para R$ 50 mil, segundo O POVO apurou. Assim, o valor base da multa rescisória, que estava em R$ 4 milhões, subiu tanto para o mercado nacional como para o internacional, ficando entre R$ 20 milhões e R$ 30 milhões.


O Ceará continua com 70% dos direitos econômicos de Arthur, que, aos 19 anos, vai disputar a Série A pela primeira vez. Os outros 30% seguem pertencendo ao staff do jogador, artilheiro do time na temporada, com 16 gols.


Se a negociação entre Ceará e Arthur teve um final feliz, o mesmo não se pode dizer de Raul. Sem chegar a um acordo com a diretoria, o volante está deixando o clube.

[SAIBAMAIS]

Com o contrato que se encerra em maio deste ano, o jogador até se colocou à disposição para jogar o início da Série A, mas a diretoria optou por não utilizá-lo, tendo em vista que em um mês ele vai se desligar do elenco. “Não vou dar a camisa do Ceará para ele na Série A pra ele nos deixar na mão depois”, avisou o presidente do Ceará, Robinson de Castro.


Hoje com 21 anos, Raul, a exemplo de Arthur, é cria das categorias de base do Ceará. O destino do jogador, segundo especula-se, seria o Vasco da Gama.


A quinta-feira alvinegra foi marcada ainda pela oficialização de um ótimo reforço para os cofres do clube na temporada.


O Alvinegro fechou patrocínio até dezembro com a empresa Algar Telecom, do ramo de telecomunicações. Por uma cláusula de confidencialidade no contrato, a diretoria não divulga oficialmente, mas o Blog Futebol do Povo, do O POVO Online, apurou que o time receberá cerca de R$ 1 milhão até o fim do ano.


A empresa de telecomunicações estampará sua marca na parte superior das costas das camisas do Vovô durante a Série A do Campeonato Brasileiro.


O espaço ficou disponível porque o Alvinegro conseguiu negociar com a Caixa, patrocinadora master, que estampa seus anúncios somente na parte da frente da camisa e não nas costas, como faz em outros clubes, como, por exemplo, no Fortaleza, que em 2018 também acertou patrocínio com a Caixa Econômica. (colaborou André Almeida)

BRUNO BALACÓ

TAGS