VERSÃO IMPRESSA

Leão com força total

Força máxima técnico Rogério Ceni tem todo elenco à disposição para o seu primeiro Clássico-rei no comando do Fortaleza, no domingo, na Arena Castelão

01:30 | 02/02/2018

[FOTO1]
Quando assumiu o comando do Fortaleza, em dezembro passado, Rogério Ceni projetou que no 1° Clássico-Rei do ano já teria um time ideal para o início de temporada. 


No domingo, no aguardado duelo contra o Ceará, o treinador terá a chance de colocar sua teoria em prática. A definição de quem começa jogando só deve vir no final da tarde de hoje, quando o Tricolor faz o seu treino de apronto, no CT Ribamar Bezerra, em Maracanaú.
 

Em meio a dúvidas quanto à formação escolhida, Ceni tem uma certeza: terá todo o elenco à disposição para o duelo contra o arquirrival do Leão do Pici.
 

Pegando como base o discurso do técnico após a vitória de 2 a 1 sobre o Tiradentes, na última quarta-feira, a expectativa é de que ele mexa na equipe. Isso porque avaliou que, apesar do triunfo, o time não jogou bem e apresenta uma queda de rendimento em relação aos primeiros jogos do ano.
 

A possibilidade de mudanças é maior no setor de meio-campo. O meia Alípio mais uma vez não rendeu e foi criticado pela torcida na saída de campo. Wesley, que entrou no lugar dele, agradou, marcou o 2º gol do time e recebeu elogios de Ceni. "Ele tem entrado muito bem nos jogos e vai nos ajudar muito ainda", disse Ceni.
 

Outro que pode ganhar lugar no time é Alan Mineiro. Principal contratação para 2018, o jogador vai, aos poucos, ganhando ritmo de jogo. O 'Camisa 10' atuou nos últimos dois jogos, entrando no 2º tempo. Mostrou boa movimentação contra o Tiradentes, criando três oportunidades e colocando uma bola na trave.
 

A única alteração que parece certa é o retorno do zagueiro Diego Jussani, poupado no jogo passado. Com isso, Murilo deve voltar a ser opção no banco de reservas. Outro que tem vaga garantida no time é Gustavo, que vai justificando o apelido de 'Gustagol' e lidera a artilharia do Campeonato Cearense, com sete gols. 


Ceni chega para o Clássico-Rei com um aproveitamento de 80% dos pontos conquistados com o Fortaleza. Em cinco jogos, foram quatro vitórias e uma derrota. O Tricolor vai encarar o Ceará na condição de líder e domo do melhor ataque.
 

Apesar do melhor momento em relação ao o adversário, o treinador leonino descarta qualquer tipo de favoritismo para o lado tricolor. "Não existe ponto ideal em um clássico. Existe quem vence e quem perde. Clássico não se joga, se ganha", disparou o técnico.

BRUNO BALACÓ

TAGS