VERSÃO IMPRESSA

Bate-pronto

01:30 | 16/01/2018


De volta ao seu formato mais “enxuto”, a Copa do Nordeste continua sendo principal objeto de desejo dos times da região na primeira metade do ano. Por causa da evolução da competição, premiações, organização, média de público e alcance nacional, o título do Nordestão é bem mais relevante do que o do Estadual. Para Ceará e Ferroviário, representantes do Estado na competição, não é diferente. É evidente que o Tubarão da Barra, pela limitação financeira e estrutural, corre por fora e vai tentar surpreender num grupo que terá Vitória-BA, ABC-RN e Globo-RN. Já o Alvinegro, que ficou fora da disputa ano passado, entra como um dos favoritos ao título, juntamente com Bahia e Vitória. Mas a projeção deverá ser confirmada em campo. Só assim o Alvinegro conseguirá repetir a boa campanha de 2015, que foi coroada com título. O técnico Marcelo Chamusca tem ferramentas para isso. A caminhada começa agora. 

 


André Almeida, repórter da editoria de Esportes

TAGS