PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Lima não deve ficar em Porangabuçu para 2018.Grêmio quer meia de volta

Destaque do Ceará na Série B, Lima não deve ficar em Porangabuçu para 2018. Vovô admite dificuldade de renovar empréstimo, mas ainda tenta negociação com o Grêmio, que conta com o meia para o próximo ano

01:30 | 21/11/2017

Meia Lima foi emprestado pelo Grêmio ao Ceará no fim de julho. Anotou cinco gols e cinco assistências pelos Vovô na Série B JÚLIO CAESAR
Meia Lima foi emprestado pelo Grêmio ao Ceará no fim de julho. Anotou cinco gols e cinco assistências pelos Vovô na Série B JÚLIO CAESAR
O Ceará ainda está em festa pela conquista do acesso à Série A do Brasileiro. Entretanto, já pensando no planejamento para 2018, o clube não deverá contar com um jogador que foi crucial para a ótima campanha na Série B: o meia Lima.
 

Em entrevista exclusiva ao O POVO, o vice-presidente de Futebol do Grêmio, Odorico Roman, garantiu que o clube conta com o atleta para 2018. “A gente emprestou o Lima este ano para ganhar experiência, porque dificilmente iria ter espaço para jogar aqui, mas contamos com ele para ser utilizado no grupo principal ano que vem”, esclareceu.  

“Vimos que ele adquiriu experiência no Ceará, é um atleta de muito potencial e pode agora tranquilamente jogar pelo Grêmio”, completou o dirigente do clube gaúcho, que detém os direitos do atleta.

&nsbp;
 

Com apenas 21 anos, Lima estreou pelo Ceará ao entrar no segundo tempo da vitória diante do Paysandu-PA, no dia 28 de julho, que marcou o início da sequência de quatro triunfos consecutivos do Vovô na competição — depois venceu Criciúma, ABC e CRB. O meia ganhou rapidamente a confiança do treinador Marcelo Chamusca e não saiu mais do time. 

Na temporada, Lima fez 21 jogos pelo Alvinegro, sendo 20 como titular. Em apenas dois deles foi substituído. No restante, jogou os 90 minutos. Ele marcou cinco gols e deu cinco assistências durante o ano. 

Além de bons números ofensivos, Lima se mostrou também um atleta disciplinado. Só foi advertido com cartão amarelo duas vezes e não foi expulso com a camisa alvinegra. 

Apesar de admitir a dificuldade do negócio, o Ceará ainda tentará uma negociação junto ao Grêmio para renovar o empréstimo do jogador.  

“Queremos continuar com ele, mas é complicado”, admitiu Robinson de Castro, presidente do Ceará, em entrevista ao programa Trem Bala, da Rádio O POVO/CBN. REFORÇOS E RENOVAÇÕES 

O mandatário alvinegro falou ainda que em breve haverá uma definição sobre o planejamento para 2018. 

“Esta semana vou sentar para conversar com Chamusca e Segurado (gerente de Futebol) para a gente conversar sobre o elenco atual e também já pensar em reforços”.

ANDRé ALMEIDA